Programa de triagem auditiva neonatal: resultados de um hospital universitário de Porto Alegre

Autores

  • Mara Salete Canabarro Hospital Moinhos de Vento
  • Neli Machado CEFAC - RS
  • Vera Fossa Centro de Saúde do Trabalho - CST
  • Kátia Maria Weiss Hospital de Clínicas de Porto Alegre
  • Edson Ibrahim Mitre Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

Palavras-chave:

audição, recém-nascidos

Resumo

OBJETIVO: Apresentar resultados obtidos no PTAN everificar se estão dentro das recomendações do CBPAI para a TANU. MÉTODOS: estudo analítico retrospectivo, de corte transversal, foram analisados exames realizados no período de junho de 2009 até junho de 2010. RESULTADOS: No período analisados, nasceram 7.229 bebês. Destes 7.001 (96,8%) realizaram a TAN, 853 (11%) foram encaminhados para o reteste, 81 (9%) não compareceram e 145 (18,8%) foram encaminhados para o ambulatório de Orl para o início diagnóstico. CONCLUSÃO: Verificando a recomendação do CBPAI podemos concluir que esta maternidade alcança os 95% preconizados pelo comitê, ultrapassa os índices de falso-positivos (reteste) que é de 3% e de encaminhamento para avaliação audiológica completa que não deve exceder 4%.     

DESCRITORES: perda auditiva, audição, triagem neonatal, recém-nascido

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mara Salete Canabarro, Hospital Moinhos de Vento

Maternidade - Fonoaudiologia

Downloads

Publicado

2012-04-27

Como Citar

1.
Canabarro MS, Machado N, Fossa V, Weiss KM, Mitre EI. Programa de triagem auditiva neonatal: resultados de um hospital universitário de Porto Alegre. Clin Biomed Res [Internet]. 27º de abril de 2012 [citado 28º de novembro de 2022];32(1). Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/24298

Edição

Seção

Artigos Originais