Percentual de perda de peso e dobra cutânea tricipital: parâmetros confiáveis para o diagnóstico de desnutrição em pacientes com neoplasia periampolar

Autores

  • Heloisa Martins Sommacal Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Vivian Pierri Bersch Hospital de Clínicas de Porto Alegre
  • Santo Pascual Vitola Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Alessandro Bersch Osvaldt Hospital de Clínicas de Porto Alegre e Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

Avaliação nutricional, antropometria, neoplasias pancreáticas, desnutrição

Resumo

OBJETIVOS

Identificar os métodos de avaliação nutricional mais confiáveis utilizados para o diagnóstico de desnutrição no pré-operatório de pacientes com neoplasia periampolar.

 MÉTODOS

Estudo prospectivo com 29 pacientes submetidos à cirurgia no Hospital de Clínicas de Porto Alegre. As avaliações foram realizadas no pré-operatório e incluíam dados antropométricos, bioquímicos e clínicos.

 

RESULTADOS

Dos pacientes analisados 86% apresentaram perda de peso, destes 88% foi classificada com perda de peso grave, a média de perda de peso foi de 13,81%. A dobra cutânea tricipital mostrou desnutrição e perda de massa magra em 25 pacientes (86%), em relação à dobra cutânea subescapular 19 pacientes tiveram diminuição da massa magra e foram classificados como desnutridos. Em relação à circunferência muscular do braço e a circunferência do braço identificou-se 7 (24%) e 5 (17%) pacientes com desnutrição, respectivamente. Na avaliação bioquímica a concentração sérica de albumina, transferrina e contagem total de linfócitos indicou redução correspondente à desnutrição em 12 (41%), 20 (69%) e 18 pacientes (62%) respectivamente. Quinze deles (52%) tinham diagnóstico de diabetes mellitus.

 

CONCLUSÃO

Todos os pacientes mostraram algum sinal de desnutrição, sendo o índice de massa corporal e a dosagem de albumina os menos sensíveis entre os parâmetros utilizados enquanto o percentual de perda de peso e a dobra cutânea tricipital mostraram maior sensibilidade para detectar desnutrição nesses pacientes.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Heloisa Martins Sommacal, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Mestranda do Programa de Pós-graduação em Medicina: Ciências Cirúrgicas da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vivian Pierri Bersch, Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Cirurgiã do Serviço de Cirurgia do Aparelho Digestivo – Pâncreas e Vias Biliares do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.


Santo Pascual Vitola, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Professor Adjunto do departamento de Cirurgia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Alessandro Bersch Osvaldt, Hospital de Clínicas de Porto Alegre e Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Professor da linha de Pesquisa de Carcinogêsenese Biliopancreática do Programa de Pós-graduação em Medicina: Ciências Cirúrgicas da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Cirurgião do Serviço de Cirurgia do Aparelho Digestivo – Pâncreas e Vias Biliares do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

Downloads

Publicado

2011-10-27

Como Citar

1.
Sommacal HM, Bersch VP, Vitola SP, Osvaldt AB. Percentual de perda de peso e dobra cutânea tricipital: parâmetros confiáveis para o diagnóstico de desnutrição em pacientes com neoplasia periampolar. Clin Biomed Res [Internet]. 27º de outubro de 2011 [citado 8º de agosto de 2022];31(3). Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/19939

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)