Doença Renal Crônica no Paciente Idoso

Autores

  • Marcus Gomes Bastos Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Daniele Cupertino Oliveira
  • Gianna Mastroianni Kirstajn

Palavras-chave:

Doença Renal Crônica, Idoso, Epidemiologia, Tratamento Interdisciplinar, DRC

Resumo

A doença renal crônica (DRC) é hoje considerada um grande problema de saúde pública em todo o mundo. O grande número de complicações decorrentes da doença e a ocorrência frequente de comorbidades determinam desfechos devastadores, tais como as complicações cardiovasculares e mortalidade precoce. Contudo, está cada vez mais claro que o diagnóstico precoce da DRC possibilita retardar e, eventualmente, prevenir algumas das suas complicações, permitindo, assim, alterar o curso clínico da doença. Por conseguinte, não é estranho observar que várias organizações públicas de saúde, particularmente nos países desenvolvidos, tenham dirigido especial atenção ao estudo da epidemiologia da DRC, concentrando esforços no diagnóstico precoce e na instituição de intervenções imediatas, objetivando alterar o curso da doença. Com a nova definição de DRC proposta no início da década passada, ficou evidente que a doença é uma das mais prevalentes nos pacientes idosos. Na presente revisão, os autores discutem os principais pontos do diagnóstico, classificação e tratamento da DRC e finalizam propondo o atendimento interdisciplinar multidimensional como a abordagem mais adequada no manejo do paciente idoso com DRC.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-04-15

Como Citar

1.
Bastos MG, Oliveira DC, Kirstajn GM. Doença Renal Crônica no Paciente Idoso. Clin Biomed Res [Internet]. 15º de abril de 2011 [citado 1º de julho de 2022];31(1). Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/19156

Edição

Seção

Artigos de Revisão