Fenilcetonúria no Sistema Único de Saúde: Avaliação de Adesão ao Tratamento em um Centro de Atendimento do Rio Grande do Sul

Autores

  • Tatiéle Nalin
  • Ingrid Perry
  • Lilia Refosco
  • Cristina Netto
  • Carolina Souza
  • Tatiane Vieira
  • Paulo Picon
  • Ida Schwartz

Palavras-chave:

Fenilcetonúria, Erros Inatos do Metabolismo

Resumo

Introdução: Fenilcetonúria (PKU) é um erro inato do metabolismo no qual ocorre um aumento dos níveis séricos do aminoácido fenilalanina. O presente estudo teve como objetivo avaliar a adesão ao tratamento de pacientes com PKU atendidos em um centro de referência do Rio Grande do Sul.

Métodos: Estudo transversal de pacientes com PKU atendidos no ambulatório do Serviço de Genética Médica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Brasil. Os parâmetros de adesão considerados foram a mediana de fenilalanina plasmática no último ano (critério 1); o consumo de fenilalanina (critério 2); o consumo de fórmula metabólica (critério 3); e o questionamento direto aos pacientes/familiares (critério 4).

Resultados: Dos 45 pacientes incluídos no estudo, (mediana de idade de 11 anos), 51% eram do sexo masculino. De acordo com o critério utilizado, foram considerados aderentes 20 (critério 1); 16 (critério 2); 27 (critério 3) e 33 (critério 4) pacientes, respectivamente. Não houve concordância entre os critérios de adesão utilizados. Foram encontradas diferenças quando comparados os critérios 1 e 2 (P =0,027), critérios 1 e 3 (P =0,002) e critérios 3 e 4 (P =0,015).

Conclusão: A adesão ao tratamento é dificilmente quantificada por parâmetros isolados. A distinta percepção por parte dos pacientes dá suporte à necessidade de busca de novas estratégias que promovam adesão, bem como do estudo de métodos que avaliem a mesma. 

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-09-16

Como Citar

1.
Nalin T, Perry I, Refosco L, Netto C, Souza C, Vieira T, Picon P, Schwartz I. Fenilcetonúria no Sistema Único de Saúde: Avaliação de Adesão ao Tratamento em um Centro de Atendimento do Rio Grande do Sul. Clin Biomed Res [Internet]. 16º de setembro de 2010 [citado 4º de julho de 2022];30(3). Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/15435