Método convencional para o diagnóstico de micoses: um estudo comparativo

Autores

  • Priscilla Maciel Quatrin Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Ânderson Ramos Carvalho Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Janaína Scarton Laboratório Mont’Serrat, Porto Alegre/Brasil
  • Osmar Luís Magalhães de Oliveira Laboratório Mont’Serrat, Porto Alegre/Brasil
  • Alexandre Meneghello Fuentefria Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

Exame micológico direto, cultura, diagnóstico micológico

Resumo

Introdução: O método clássico para o diagnóstico de micoses é realizado pelo Exame micológico direto (EMD) e cultural, que possibilita a visualização de estruturas fúngicas vegetativas e estruturas reprodutivas, respectivamente. Essa combinação é fundamental para reduzir possíveis erros analíticos e aumentar a precisão do diagnóstico.

Métodos: Com a finalidade de verificar a frequência do EMD e cultural, e comparar seus parâmetros de sensibilidade e especificidade, realizamos uma análise retrospectiva entre Janeiro de 2018 e Maio de 2020 de 1603 laudos micológicos oriundos de um laboratório de análises clínicas, localizado em Porto Alegre.

Resultados: Após a análise dos laudos observamos que a maioria dos casos apresentaram o EMD negativo com cultura positiva (36,24%). Na sequência, 30,87% dos casos foram de amostras negativas e 25,57% dos laudos foram positivos para ambos os exames. A minoria dos casos (7,29%) apresentaram o EMD positivo com cultura negativa.

Conclusão: Esta análise revelou que o exame cultural é mais sensível e específico, demonstrando uma maior confiabilidade no diagnóstico. Entretanto, vale ressaltar que a realização dos exames em conjunto, além de reduzir possíveis erros analíticos, proporcionam um diagnóstico melhor fundamentado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-04-13

Como Citar

1.
Quatrin PM, Carvalho Ânderson R, Scarton J, de Oliveira OLM, Fuentefria AM. Método convencional para o diagnóstico de micoses: um estudo comparativo. Clin Biomed Res [Internet]. 13º de abril de 2021 [citado 11º de agosto de 2022];40(4). Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/108675

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)