Roda de Conversa: conexões e experiências do GEARTE no âmbito da Abordagem Triangular

Autores

  • Gilvânia Maurício Dias de Pontes Universidade Federal do Rio Grande do Norte — UFRN, Natal/RN, Brasil
  • Maria Isabel Petry Kehrwald Fundação Municipal de Artes de Montenegro — FUNDARTE, Montenegro/RS, Brasil
  • Rejane Reckziegel Ledur Secretaria Municipal de Educação — SMED, Canoas/RS, Brasil
  • Rita Inês Petrykowski Peixe Instituto Federal de Santa Catarina — IFSC, Itajaí/SC, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.22456/2357-9854.126530

Palavras-chave:

Práticas Docentes, Abordagem Triangular, Pesquisas, GEARTE

Resumo

O Grupo de Pesquisa em Educação e Arte (GEARTE) é um grupo interinstitucional que investiga as relações entre educação e arte, dialogando com as áreas da cultura visual, semiótica discursiva, estética, história, teoria e crítica da arte. Pesquisadoras do GEARTE participaram do evento Mão na Massa: Experiências [Re] significativas 2021 e II Congresso Internacional Online entre Arte, Cultura e Educação, com a proposição de uma Roda de Conversa, permeada por diferentes “sotaques” brasileiros, tendo como fio condutor os desdobramentos da Abordagem Triangular nas pesquisas e experiências de algumas integrantes do grupo, tanto no âmbito da formação continuada de professores quanto no ensino da Arte nas escolas, abrangendo experiências da Educação Infantil ao Ensino Médio, Técnico e Tecnológico. O objetivo da experiência proposta foi o de desenvolver diálogos entre pesquisadoras do GEARTE e o público participante, com o propósito de contextualizar, estabelecer conexões e suscitar desdobramentos entre suas experiências, por meio da Abordagem Triangular, presente nas pesquisas e práticas do grupo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gilvânia Maurício Dias de Pontes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte — UFRN, Natal/RN, Brasil

Professora Titular da UFRN lotada no Núcleo de Educação da Infância (NEI/CAp/UFRN). Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), na linha de Pesquisa: Arte, Linguagem e Currículo. Defendeu tese sobre as experiências estéticas na formação de professores da infância. Mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), com pesquisa sobre as dimensões da arte na Educação Infantil. Especialista em Administração Educacional pela UFRN.). Realizou estágio pós-doutoral no Departamento de Ensino e Currículo da Faculdade de Educação da UFRGS, desenvolvendo estudos sobre a mediação docente e a abordagem das artes visuais na Educação Infantil. Tem experiência com formação de professores no campo da Arte/Educação, Educação Física e infância. Participa do Grupo de Pesquisa em Educação e Arte - GEARTE (UFRGS); coordena o Grupo de Pesquisa de Arte e Infância (UFRN).

Maria Isabel Petry Kehrwald, Fundação Municipal de Artes de Montenegro — FUNDARTE, Montenegro/RS, Brasil

Licenciada e Especialista em Artes Plásticas, Especialista em Métodos e Técnicas de Ensino e Mestre e Doutora em Educação pelo PPGEDU/UFRGS. Professora aposentada da Fundação Municipal de Artes de Montenegro - FUNDARTE/RS onde atuou como docente e Diretora Executiva. Coordenou o convênio com a Universidade Estadual do RGS - UERGS para a execução dos cursos de Graduação em Artes Visuais, em Dança, em Música e em Teatro. Coordenou o Polo FUNDARTE da Rede Arte na Escola - Instituto Arte na Escola/SP. Participou por 10 anos do Núcleo de Integração Universidade&Escola da UFRGS. Tem experiência na área de Educação, formação docente, currículo, artes, com ênfase em Artes Visuais, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, ensino de arte, cultura, processo criativo, leitura de imagem e metodologias de ensino. É membro do GEARTE — Grupo de Pesquisa em Educação e Arte da UFRGS.

Rejane Reckziegel Ledur, Secretaria Municipal de Educação — SMED, Canoas/RS, Brasil

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS - 2013), Mestre em Educação pela UFRGS (2005) e Licenciada em Educação Artística com Habilitação em Artes Plásticas UFRGS (1992). Professora aposentada da Rede Municipal de Ensino de Canoas (RS). Atuou como professora no Curso de Licenciatura em Artes Visuais da ULBRA/Canoas (2012 a 2018). Integra o Grupo de Pesquisa em Educação e Arte (GEARTE/UFRGS). Possui experiência nas áreas de Educação, Artes e Cultura, principalmente no ensino de Artes Visuais e na formação continuada de professores, desenvolvendo pesquisas nos seguintes temas: ensino de arte, produção de sentido, formação de professores e arte contemporânea.

Rita Inês Petrykowski Peixe, Instituto Federal de Santa Catarina — IFSC, Itajaí/SC, Brasil

Pós-doutora pela Universidade de Barcelona, ES (UB, 2020). Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS, 2012); Mestre em Educação pela Universidade de Campinas/Universidade do Contestado (UNICAMP/UnC, 2003). Especialista em Arte/Educação pela Universidade de Passo Fundo (UPF, 1999). Possui graduação em Educação Artística - Habilitação em Artes Plásticas pela Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC, 1995) e graduação em Pedagogia - Habilitação em Orientação Educacional pela Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC/UnC, 1995). Em 2011 desenvolveu Estágio de Doutorado no Exterior (doutorado sanduíche) como bolsista da CAPES. Atuou como professora titular no Programa de Pós-Graduação - Mestrado Profissional em Design (PPG Design) pela Universidade da Região de Joinville (UNIVILLE), nos Departamentos de Design/Arquitetura e Urbanismo e na coordenação de Projetos de Pesquisa e Extensão Universitária da UNIVILLE, bem como na Universidade do Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP) e na Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC). Atua como professora de Arte no Instituto Federal de Santa Catarina, (IFSC) de Itajaí e coordena o Grupo de Pesquisas DZART: Estudos de imagem, design, artesania e práticas educativas. Tem experiência em ensino, pesquisa e extensão, com ênfase nos seguintes temas: educação, métodos e técnicas de ensino, permanência e êxito, cultura, arte/educação, arte, ensino da arte, estética e semiótica, teoria e história da arte, design e design social, tecnologias sociais, economia solidária e artesania.

Referências

BARBOSA, Ana Mae, CUNHA, Fernanda (Orgs.). Abordagem Triangular no Ensino das Artes e Culturas Visuais. São Paulo: Cortez, 2010.

BARBOSA, Ana Mae. Inquietações e mudanças no ensino da Arte. São Paulo: Cortez, 2002.

BARBOSA, Ana Mae. Tópicos e Utópicos. Belo Horizonte: Companhia da Arte, 1998.

BARBOSA, Ana Mae. Teoria e prática da Educação Artística. São Paulo: Cultrix, 1995.

BARBOSA, Ana Mae. A imagem no ensino da arte: anos 80 e novos tempos. São Paulo: Perspectiva, 1991.

BARTHES, Roland. O rumor da língua. São Paulo: Brasiliense, 1988.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília, MEC/CONSED/UNDIME, 2017.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs). Arte. Ensino Fundamental - 3º e 4º ciclos. Brasília: MEC/SEF, 1998.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: arte / Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1997.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 18 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

HERNÁNDEZ, Fernando. Cultura Visual, Mudança Educativa e Projeto de Trabalho. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

KEHRWALD, M. Isabel Petry. Ler e escrever em Artes Visuais. In: NEVES, Iara Conceição Bitencourt; SOUZA, Jusamara Vieira; SCHÄFFER, Neiva Otero. (Orgs.). Ler e escrever: Compromisso de todas as áreas. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 1999. P. 23-36.

PILLAR, Analice Dutra. Leitura e releitura. In: PILLAR, Analice Dutra (Org.). A educação do olhar no ensino das artes. Porto Alegre: Mediação, 2001.

PILLAR, Analice, VIEIRA, Denyse. O vídeo e a Metodologia Triangular no ensino da arte. Porto Alegre: UFRGS/Fundação Iochpe: 1992.

Downloads

Publicado

2022-08-15

Como Citar

PONTES, G. M. D. de; KEHRWALD, M. I. P.; LEDUR, R. R.; PEIXE, R. I. P. Roda de Conversa: conexões e experiências do GEARTE no âmbito da Abordagem Triangular. Revista GEARTE, [S. l.], v. 9, 2022. DOI: 10.22456/2357-9854.126530. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/gearte/article/view/126530. Acesso em: 8 dez. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Abordagem Triangular: 30 anos