Abordagem Triangular em processos de mediação cultural

Autores

  • Rejane Galvão Coutinho Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita — UNESP, São Paulo/SP, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.22456/2357-9854.125287

Palavras-chave:

Abordagem Triangular, Mediação cultural, Experiência estética, Formação profissional

Resumo

O texto trata da experiência da autora com a Abordagem Triangular em seu processo de formação, tendo como foco a mediação em museus e centros culturais; contextualiza a experiência do coletivo Arteducação Produções, que aconteceu em São Paulo na primeira década dos anos 2000, relatando e analisando processos de desenvolvimento de propostas de mediação, tendo a Abordagem Triangular como eixo teórico e operacional organizador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rejane Galvão Coutinho, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita — UNESP, São Paulo/SP, Brasil

Graduada em Educação Artística pela Universidade Federal de Pernambuco (1988), mestrado (1998) e doutorado (2002) em Artes pela Universidade de São Paulo, Pós-doutorado pela Universidade Pública de Navarra, Espanha (2011/2012). É professora do Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista, UNESP, onde atua na Licenciatura em Artes Visuais e na Pós-Graduação em Artes, área de Arte e Educação. Coordenadora do Mestrado Profissional em Artes, Prof-Artes, do Instituto de Artes da UNESP. Tem desenvolvido pesquisas com foco na história do ensino de artes e na formação de arte/educadores e mediadores culturais.

Referências

BARBOSA, Ana Amália. Releitura, citação, apropriação ou o quê? In: BARBOSA, Ana Mae (org.). Arte/Educação contemporânea: consonâncias internacionais. São Paulo: Cortez, 2005. p. 143-149.

BARBOSA, Ana Mae. A imagem no ensino da arte: anos oitenta e novos tempos. São Paulo: Perspectiva: Porto Alegre: Fundação IOCHPE, 1991.

BREDARIOLLI, Rita Luciana Berti. Ao revés do 'pós': variações sobre temas de arte e educação. São Paulo: Editora Unesp, 2013.

COUTINHO, Rejane Galvão. Estratégias de mediação e a Abordagem Triangular. In: BARBOSA, Ana Mae; COUTINHO, Rejane G. Arte/educação como mediação cultural e social. São Paulo: Editora UNESP, 2009.

DEWEY, John. Arte como experiência. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

GRINSPUM, Denise. Educação para o patrimônio: Museu de arte e escola – responsabilidade compartilhada na formação de público. Tese (Doutorado em Educação). São Paulo: Faculdade de Educação da USP, 2000.

HOOPER-GREENHILL, Eilean. The Educacional Role of the Museum. London: Routledge, 1994.

HOUSEN, Abigail. O olhar do observador: investigação, teoria e prática. In: FROIS, João Pedro (ed.) Educação estética e artística: Abordagens transdisciplinares. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2000, p.147-167.

JAFFE, Noemi. O que os cegos estão sonhando? São Paulo: Editora 34, 2012.

OTT, Robert. Ensinando crítica nos museus. In: Barbosa, Ana Mae (org.) Arte-Educação: leitura no subsolo. São Paulo: Cortez, 1997, p. 111-139.

PARSONS, Michael. Compreender a arte. Uma abordagem à experiência estética do ponto de vista do desenvolvimento cognitivo. Lisboa: Editorial Presença, 1992.

PETERSON, Sidiney; COUTINHO, Rejane Galvão. Abordagem Triangular: ziguezagueando entre um ideário e uma ação reconstrutora para o ensino de artes. Revista GEARTE, Porto Alegre, v. 4, n. 2, p. 282-294, maio/ago. 2017.

PILLAR, Analice Dutra (org.) A educação do olhar no ensino das artes. Porto Alegre: Mediação, 2006.

RIZZI, Maria Christina. Olho Vivo: Arte-educação na exposição Labirinto da Moda. Tese (Doutorado em Artes). São Paulo: Escola de Comunicação e Artes da USP, 2000.

Downloads

Publicado

2022-08-15

Como Citar

COUTINHO, R. G. Abordagem Triangular em processos de mediação cultural. Revista GEARTE, [S. l.], v. 9, 2022. DOI: 10.22456/2357-9854.125287. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/gearte/article/view/125287. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Abordagem Triangular: 30 anos