Das memórias e encontros com a Abordagem Triangular às reverberações na prática em Artes Visuais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/2357-9854.125072

Palavras-chave:

Abordagem Triangular, Artes e Culturas Visuais, Mulheres Artistas, Educação Básica

Resumo

Neste artigo, inicialmente, apresento memórias acerca do encontro com a Abordagem Triangular (AT). Em seguida, apresento o CAp/UFPE, campo onde atuo como docente de Artes Visuais. Na terceira parte, abordo as compreensões acerca da AT e de como as ações deste sistema epistemológico integram meu modo de pensar o ensino das Artes e Culturas Visuais. Por fim, apresento recortes de experiências vivenciadas remotamente em 2021 no 1° ano do Ensino Médio, com a temática “Mulheres Artistas”. Finalizo destacando que entendo a AT pelo caráter dialogal e aberto, dando pistas para que ações possíveis no ensino das Artes e Culturas Visuais aconteçam nos mais diferentes contextos e realidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabiana Souto Lima Vidal, Universidade Federal de Pernambuco — UFPE, Recife/PE, Brasil

Docente de Artes Visuais do Colégio de Aplicação da UFPE e do Programa Associado de Pós-Graduação em Artes Visuais UFPE/UFPB. Doutora em Educação pela UFPE (2016); Mestre em Educação - UFPE (2011); Especialista em Arte, Educação e Tecnologias Contemporâneas - UnB (2006); Licenciatura em Educação Artística/Artes Plásticas - UFPE (2005). Editora-chefe da Revista Cadernos de Estudos e Pesquisa na Educação Básica. Líder do Grupo de Pesquisa em Estudos Culturais e Arte/Educação (GPECAE) e pesquisadora do Grupo de Pesquisa Formação de Professor e Profissionalização Docente (UFPE). Atualmente é integrante da Rede de Representantes da Federação de Arte/Educadores do Brasil - FAEB/PE - (biênio 2021-2022) e vice-coordenadora do Programa Associado de Pós-Graduação em Artes Visuais UFPE/UFPB.

Referências

AZEVEDO, Fernando. A. G. de. Movimento Escolinhas de Arte: em Cena Memórias de Noêmia Varela e Ana Mae Barbosa. In: BARBOSA, Ana Mae. (org.). Ensino da Arte: Memória e História. São Paulo: Perspectiva, 2008.

AZEVEDO, Fernando. A. G. de. Abordagem triangular: bússola para os navegantes destemidos dos mares da Arte/Educação. In: BARBOSA, A. M.; CUNHA, Fernanda Pereira da (orgs). Abordagem Triangular no ensino das artes e culturas visuais. São Paulo: Cortez, 2010.

AZEVEDO, Fernando. A. G. de. A Abordagem Triangular no ensino das Artes como teoria e a pesquisa como experiência criadora. Jaboatão dos Guararapes, PE: SESC, 2016.

BARBOSA, Ana Mae. Tópicos Utópicos. 6. ed. Belo Horizonte: C/Arte, 1998.

BARBOSA, Ana Mae. Inquietações e Mudanças no Ensino da Arte. São Paulo: Cortez, 2002.

BARBOSA, Ana Mae. Arte/Educação Contemporânea: consonâncias internacionais. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2008a.

BARBOSA, Ana Mae. Cultura, Arte, Beleza e Educação. Texto de assessoria do Programa Toda Beleza. Canal Futura. 2008b. Disponível em: <http://www.futura.org.br/main.asp?View={38DE8932-C99D-4430-A122-6511060DF964}>. Acesso em: 11 mai. 2022.

BARBOSA, Ana Mae. (org.). Ensino da Arte: Memória e História. São Paulo: Perspectiva, 2008c.

BARBOSA, Ana Mae. A imagem do Ensino da Arte: anos 1980 e novos tempos. 1ª reimpr. da 7. ed. São Paulo: Perspectiva, 2009.

BARBOSA, Ana Mae. A cultura visual antes da cultura visual. Revista Educação, Porto Alegre, v. 34, n. 3 (2011). Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/9288/6778. Acesso em: 05 mai. 2022.

BARBOSA, Ana Mae; CUNHA, Fernanda Pereira da (orgs). A Abordagem Triangular no ensino das artes e culturas visuais. São Paulo: Cortez, 2010.

CAMPELLO, Sheila Maria. O Ensino da Arte no ciberespaço: a proposta metodológica do curso Arteduca. In: In: BARBOSA, Ana Mae, CUNHA, Fernanda Pereira da (orgs). A Abordagem Triangular no ensino das artes e culturas visuais. São Paulo: Cortez, 2010.

COUTINHO, Rejane Galvão. A Formação de Professores de Arte. In: BARBOSA, Ana Mae (Org). Inquietações e Mudanças no Ensino da Arte. São Paulo: Cortez, 2002.

EFLAND, Arthur D.Cultura, Sociedade, Arte e Educação num Mundo Pós-Moderno. In: GUINSBURG, Jacó e BARBOSA, Ana Mae (orgs.). O Pós-Modernismo. São Paulo: Perspectiva, 2008.

hooks, bell. O feminismo é para todo mundo: políticas arrebatadoras. 7ª ed. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos, 2019.

LARROSA, Jorge. Tremores: escritos sobre experiência. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2014.

MENDONÇA, Ana Flavia da F. N. de; VIDAL, Fabiana S. L. “Existem artistas na periferia , professora?!": interseccionalidade e lugar de fala como elementos mobilizadores de práticas artísticas vivenciadas a partir do estudo de jovens artistas pernambucanas. Revista Apotheke, Florianópolis, v. 8, n. 1, p. 055-073, 2022. DOI: 10.5965/24471267812022055. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/apotheke/article/view/21725. Acesso em: 15 mai. 2022.

RICHTER, Ivone Mendes. Interculturalidade e estética do cotidiano no ensino das artes visuais. Campinas: Mercado das Letras, 2003.

RIZZI, Maria Christina S. L. Reflexões sobre a Abordagem Triangular do Ensino da Arte. In: BARBOSA, A. M. (org). Ensino da Arte: Memória e História. São Paulo: Perspectiva, 2008.

SOUZA, João Francisco. Prática Pedagógica e Formação de Professores. Recife: Ed. Universitária da UFPE, 2009.

VIDAL, Fabiana Souto Lima. A Formação Inicial de Professores e o Ensino da Arte: um estudo em Instituições do Ensino Superior do Estado de Pernambuco. 2011. 213 p. Dissertação (Mestrado em Educação) – Centro de Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.

VIVIEUVI. Por que não houve grandes mulheres artistas? Youtube, 12 mar. 2018. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=DnVUazlWKzo. Acesso em: 11 mai. 2022.

ZACCARA, Pekala Madalena de F.; COLLIER, B. (Org.) ; CARVALHO, Marluce (Org.) De sinhá prendada a artista visual: os caminhos da mulher artista em Pernambuco. 1. ed. Recife: Cepe, 2017.

Downloads

Publicado

2022-08-15

Como Citar

VIDAL, F. S. L. Das memórias e encontros com a Abordagem Triangular às reverberações na prática em Artes Visuais. Revista GEARTE, [S. l.], v. 9, 2022. DOI: 10.22456/2357-9854.125072. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/gearte/article/view/125072. Acesso em: 5 dez. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Abordagem Triangular: 30 anos