Mesas ao ar livre: como as restrições no contexto pandêmico condicionaram o processo de criação na formação de professores?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/2357-9854.116796

Palavras-chave:

Restrições. Infraordinário. Formação de professores. Arte. Espaço natural.

Resumo

Neste texto apresentamos uma experiência de formação de professores que surgiu das restrições geradas em um contexto pandêmico ocasionado pelo COVID-19 e da impossibilidade de desenvolver parte da formação em formato presencial em salas de aula universitárias. O autor de referência que nos ajuda a pensar e refletir sobre a experiência proposta é o filósofo francês George Perec, tanto pelo método que utiliza baseado na criação a partir de restrições impostas, quanto pelo conceito que limita o infraordinário, entendido como aquele que acontece quando nada acontece. Aprendemos além da sala de aula no ambiente natural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gloria Jove, Universidad de Lleida - UdL, Lleida

Professora, pedagoga e doutora em Ciências da Educação pela Universidade Autônoma de Barcelona. Conta com 28 anos de experiência na formação de professoras na Universidade de Lleida, é pesquisadora e tem publicado vários artigos e livros sobre a formação inicial de professoras. Nos últimos anos tem centrado sua investigação em torno do aporte da arte contemporânea para o desenvolvimento do currículo escolar e a formação docente. No marco do grupo de pesquisa Espai Hibrid desenvolve um projeto de formação inter e transdisciplinar, de aprendizagem em torno da arte contemporânea e com as instituições culturais do território para formar professoras reflexivas, criativas, críticas e inclusivas.

Referências

ALLAN, Jullie. Rethinking Inclusive Education: the philosophers of difference in practice. London: Springer Science & Business Media. 2007.

BENTLEY, Tom. Learning beyond the classroom: education for a changing world. London: Routledge, 2012.

BERNAERTS, Lars; CARACCIOLO, Marco; HERMAN, Luc ; VERVEAECK, Bart. The Storied Lives of Non-Human Narrators. Ohio: Ohio State University, 2014, 68-93, 22. Disponible en: <https://www.jstor.org/stable/24615410> Acceso en: 01 abr, 2021.

BERNAL, José Mariano. Renovación Pedagógica y Enseñanza de las Ciencias. Medio siglo de propuestas y experiencias escolares (1882-1936). Madrid: Biblioteca Nueva, 2001.

CERVILLA, Alicia. Síntesis de la indagación del m2. Documento inédito presentado en el marco de la materia Educación en la diversidad II. Lleida: Universidad de Lleida, 2020.

DEWEY, John. Cómo pensamos: nueva exposición de la relación entre pensamiento reflexivo y proceso educativo Paidós. Barcelona: Paidós, 1989.

GIROUX, Henry. La guerra del neoliberalismo contra la educación superior. Madrid: Herde, 2018.

HASKELL, David George. En un metro de bosque: un año observando la naturaleza. Turner editorial. 2013.

JOVÉ, Glòria; BETRIÁN, Esther. “Entretejiendo encajes” entre la universidad, los centros de arte y las escuelas. Arte, individuo y sociedad. Lleida, v. 24, n. 2, p.301-314, 2012. Disponible en: https://doi.org/10.5209/rev_ARIS.2012.v24.n2.39036. Acceso en: 01 abr, 2021.

JOVÉ, Glòria. “Artistry” en formación de maestros y la docencia como arte. In: SANCHO, Juana María; CORREA José María; GIRÓ, Xavier; FRAGA, Leticia. Aprender a ser docente en un mundo en cambio. Barcelona: Dipòsit Digital de la Universitat de Barcelona, 2013. p. 113-119. Disponible en: http://diposit.ub.edu/dspace/handle/2445/50680 Acceso en: 01 abr, 2021.

JOVÉ, Glòria. Maestras contemporáneas. Lleida: Editorial de la Universitat de Lleida. 2017

JOVÉ, Glòria. Aprendemos más allá de las aulas con el patrimonio y las artes. In: PRATS, Joaquín; SANTACANA, Joan. Ciencias sociales, ciudadanía y sociedad digital: reflexiones desde la educación. Gijón: Ediciones Trea, 2020. p. 117 - 133.

JOVÉ, Glòria; GUTIÉRREZ, Daniel; BONASTRA, Quim. Aprendiendo con lo infraordinario desde las ventanas: restricción, necesidad y educación en la pandemia de COVID-19. Documento de trabajo, 2021.

OLIVEIRA, Susana; DOS SANTOS, Alessandra. Floresta. Campinas, SP: BCCL/UNICAMP, 2019. 228p. Disponible en: <http://climacom.mudancasclimaticas.net.br/livros-floresta%C2%B2/ >Acceso en: 01 abr, 2021.

PEREC, Georges. Especies de espacios. Barcelona: Montesinos, 2001.

PEREC, Georges. Approches de quoi. Cause Commune, 5, 1973. p. 3-4.

PEREC, Georges. Tentativa de agotamiento de un lugar parision. Barcelona: Gustavo Gili, 2012.

Publicado

2021-12-31

Como Citar

JOVE, G. Mesas ao ar livre: como as restrições no contexto pandêmico condicionaram o processo de criação na formação de professores?. Revista GEARTE, [S. l.], v. 8, n. 3, 2021. DOI: 10.22456/2357-9854.116796. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/gearte/article/view/116796. Acesso em: 11 ago. 2022.

Edição

Seção

Proposições educativas e formativas em arte: do (im)previsível dessas composições aos arranjos e invenções de uma aula