Crianças e adolescentes no Rio Grande do Sul: trabalho e analfabetismo

Autores

  • Alceu R. Ferraro Universidade Católica de Pelotas

Palavras-chave:

crianças e adolescentes, trabalho infantil, analfabetismo, trabalho infantil e analfabetismo

Resumo

O presente texto é parte da pesquisa sobre a reprodução do analfabetismo no Rio Grande do Sul nos anos 90. Ele focaliza a relação entre participação de crianças e adolescentes no mercado de trabalho e analfabetismo. Em particular, examina, com base em novos dados censitários, uma hipótese do início dos anos 60, segundo a qual o fato de os meninos apresentarem taxas mais baixas de alfabetização do que as meninas é resultado de uma presença maior daqueles do que destas no mercado de trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alceu R. Ferraro, Universidade Católica de Pelotas

Alceu Ferraro é Professor Titular aposentado da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Pesquisador do CNPq; é atualmente Professor da Universidade Católica de Pelotas a partir de julho de 1997. Devido à retificação nos registros,
o sobrenome Ferrari foi alterado para Ferraro.

Arquivos adicionais

Publicado

2017-02-21

Como Citar

Ferraro, A. R. (2017). Crianças e adolescentes no Rio Grande do Sul: trabalho e analfabetismo. Educação &Amp; Realidade, 22(2). Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/71372

Edição

Seção

Artigos