Cartografias Temporais: metodologias de pesquisa da consciência histórica

Autores

  • Luis Fernando Cerri Universidade Estadual de Ponta Grossa

Palavras-chave:

Ensino de História. Metodologia da Pesquisa. Consciência Histórica. Aprendizagem Histórica.

Resumo

Partindo do pressuposto de que a consciência histórica é um fenômeno cuja estrutura se refere ao conjunto da humanidade em seus distintos tempos e espaços, este texto se propõe a abordar o tema em suas áreas de confluência com a educação, especialmente os campos da aprendizagem histórica, escolar e não-escolar. Visa discutir as possibilidades metodológicas da pesquisa da consciência histórica experimentadas em diferentes espaços institucionais. Para isso, serão avaliadas metodologias quantitativas e qualitativas, incluindo os levantamentos quantitativos interculturais, a elaboração de questionários pautados no componente decisional da consciência histórica e na estrutura dos tipos de geração de sentido histórico de Jörn Rüsen, as entrevistas com distintos sujeitos, a utilização do método do grupo focal e a teoria das representações sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luis Fernando Cerri, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Luis Fernando Cerri é bacharel e licenciado em História, mestre e doutor emEducação pela Universidade Estadual de Campinas. Atualmente é professor do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em Educação daUEPG, investigando o campo da Didática da História. E-mail: lfcronos@yahoo.com.br

Arquivos adicionais

Publicado

2011-04-15

Como Citar

Cerri, L. F. (2011). Cartografias Temporais: metodologias de pesquisa da consciência histórica. Educação &Amp; Realidade, 36(1). Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/15076

Edição

Seção

Ensino de História