Infantia: entre a anterioridade e a alteridade

Autores

  • Maria Cristina Soares Gouvêa UFMG

Palavras-chave:

Infância. Alteridade. Significação.

Resumo

A infância tem sido fartamente documentada e estudada ao longo do século XX, à luz de uma perspectiva marcadamente etapista e evolucionista, sendo apreendida como período de construção da racionalidade adulta. Busca-se, neste texto, avaliar tal concepção, aqui nomeada como anterioridade da infância, apontando elementos para repensar a criança, em sua alteridade em relação ao adulto. A partir do diálogo com autores de diferentes campos do conhecimento, tem-se em vista resgatar a singularidade das formas de significação e de inserção social da criança.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Cristina Soares Gouvêa, UFMG

Maria Cristina Soares Gouvea é professora associada do Departamento de Ciências Aplicadas à Educação da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, onde atua no programa de Pós-Graduação. É pesquisadora do NEPEI/UFMG (Núcleo de Estudos e Pesquisas em Educação Infantil e Infância) e do GEPHE/UFMG (Grupo de Estudos e Pesquisas em História da Educação) e bolsista de produtividade 1-D do CNPq.

Arquivos adicionais

Publicado

2011-08-05

Como Citar

Gouvêa, M. C. S. (2011). Infantia: entre a anterioridade e a alteridade. Educação &Amp; Realidade, 36(2). Recuperado de https://www.seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/11394

Edição

Seção

Artigos