[1]
E. de N. Ketzer e D. F. de Castro, “O TOQUE DO DESESPERO: UMA LEITURA PSICANALÍTICA DA PEÇA O PAI, DE AUGUST STRINDBERG”, Cena, nº 19, jun. 2016.