Habitação popular em Porto Alegre na virada do século XIX para o XX: uma abordagem a partir das ações judiciais de despejo

Autores

  • Rodrigo de Azevedo Weimer Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul / Programa de pós-Graduação em História - UFRGS https://orcid.org/0000-0003-1536-6243

DOI:

https://doi.org/10.22456/1983-201X.106504

Palavras-chave:

despejos, Encilhamento, inflação, moradia popular

Resumo

Existe uma sólida tradição historiográfica, desde os anos 1980, sobre pobreza e territorialidade urbanas em Porto Alegre (`PESAVENTO, 1989, 1994, 1999, 2001, 2006; MONTEIRO, 1995; KERSTING, 1998; GERMANO, 1999; MATTOS, 2000; MAUCH, 2004; VIEIRA, 2017; XAVIER; BOHRER, 2018; ROSA, 2019). Ora dando ênfase a recortes de classe, ora aos raciais, esses importantes estudos convergem no sentido de esmiuçar os recursos simbólicos acionados para estigmatizar os subalternos, justificando a sua expulsão para regiões progressivamente distantes. Ainda que não sejam ignoradas pelos autores mencionados, existem dinâmicas econômicas que convém investigar melhor, particularmente os efeitos dos processos inflacionários e de desvalorização cambial que acompanharam os anos finais do Império e iniciais da República, culminando no período conhecido como Encilhamento. Os processos judiciais de despejo revelam-se fontes privilegiadas para abordar tais questões. Sem querer cair em dicotomias que contrapõem o cultural e o econômico, acredita-se haver aspectos ausentes nas explicações até o momento discutidas pela bibliografia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo de Azevedo Weimer, Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul / Programa de pós-Graduação em História - UFRGS

Mestre em História – Unisinos; Doutor em História – UFF; pós-Doutorado em História – Unisinos; Historiador - Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul e Professor Colaborador do Programa de pós-Graduação em História - UFRGS

Referências

CHALHOUB, Sidney. Cidade febril. Cortiços e epidemias na Corte Imperial. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

_______. Trabalho, lar e botequim. O cotidiano dos trabalhadores no Rio de Janeiro da belle époque. Campinas: Unicamp, 2001.

_______. Precariedade estrutural: o problema da liberdade no Brasil escravista (século XIX). História Social. n. 19, segundo semestre de 2010. Disponível em: <https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/rhs/article/view/315/271> Acesso em: 10 ago. 2020

ELMIR, Cláudio. “Imagens da prostituição em Porto Alegre nos anos dez” – o discurso d’O Independente. In: MAUCH, Claudia (org). Porto Alegre na virada do século 19. Cultura e sociedade. Porto Alegre / Canoas, Editora da UFRGS / Editora da ULBRA, 1994.

FISCHER, Brodwyn. A poverty of Rights. Citizenship and Inequality in Twentieth-Century Rio de Janeiro. Stanford: Stanford University Press, 2008.

GARCIA, Graciela B. O domínio da terra. Conflitos e estrutura agrária na campanha rio-grandense oitocentista. 2005. 195 f. Dissertação (Mestrado em História). Programa de pós-graduação em História, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. 2005.

GARCIA, Graciela B. Terra, trabalho e propriedade: a estrutura agrária da campanha rio-grandense nas décadas finais do período imperial (1870-1890). 2010. 208 f. Tese (Doutorado em História). Programa de pós-graduação em História, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. 2010.

GERMANO, Iris Graciela. Rio Grande do Sul, Brasil e Etiópia: os negros e o carnaval de Porto Alegre nas décadas de 1930 e 1940. 1999. 275 f. Dissertação (Mestrado em História). Programa de pós-graduação em História, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1999.

KERSTING, Eduardo Henrique de O. Negros e a modernidade urbana em Porto Alegre. A Colônia Africana (1890-1920). 1998. 221 f. Dissertação (Mestrado em História). Programa de pós-graduação em História, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1998.

LEIPNITZ, Guinter T. Vida independente, ainda que modesta. Dependentes, trabalhadores rurais e pequenos produtores na fronteira meridional do Brasil (c. 1884-c. 1920). São Leopoldo: Óikos / Porto Alegre: ANPUH-RS, 2018.

MATTOS, Jane. “Que arraial que nada, aquilo é um areal”. O Areal da Baronesa: imaginário e história (1879-1921). 2000. 152 f. Dissertação (Mestrado em História). Programa de pós-graduação em História, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. 2000.

MAUCH, Cláudia. Ordem pública e moralidade. Imprensa e policiamento urbano em Porto Alegre na década de 1890. Santa Cruz do Sul: Edunisc/ANPUH-RS, 2004.

MONTEIRO, Charles. Porto Alegre. Urbanização e modernidade. A construção social do espaço urbano. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1995.

MOREIRA, Paulo Roberto S. Os cativos e os homens de bem. Experiências negras no espaço urbano. Porto Alegre: EST, 2003.

MOURA FILHO, Heitor P. de. Câmbio de longo prazo do mil-réis: uma abordagem empírica referente às taxas contra a libra esterlina e o dólar (1795-1913). Cadernos de História. Belo Horizonte, v. 11, n. 5, 2o semestre 2010. Disponível em: <http://seer.pucminas.br/index.php/cadernoshistoria/article/download/P.2237-8871.2010v11n15p9/2411>. Acesso em: 07 fev. 2020.

PESAVENTO, Sandra J. Emergência dos subalternos. Trabalho livre e ordem burguesa. Porto Alegre: Editora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 1989.

______. Os pobres da cidade. Vida e trabalho 1880-1920. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 1994.

______. O cotidiano da República. Elite e povo na virada do século. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 1995.

_____. Lieux maudits: la ville de “l’autre” dans le sud du Brésil. Porto Alegre entre la fin du XIXe et le début du XXe siècle. Information sur les sciences sociales, Paris, v. 38 n. 2, 1999.

_____. Uma outra cidade. O mundo dos excluídos no final do século XIX. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2001.

_____. ‘Cortiços, porões, casebres’: où habitent les pauvres? (sud du Brésil, fin du XIXe siècle). In: Depaule, Jean-Charles. Les mots de la stigmatisation urbaine. Paris: UNESCO, 2006.

RAGO, Margareth. Do cabaré ao lar. A utopia da cidade disciplinar e a resistência anarquista. Brasil 1890-1930. São Paulo: Paz e Terra, 2014.

RIOS, Ana Maria; MATTOS, Hebe Maria. O pós-abolição como problema histórico: balanços e perspectivas. Topoi. Revista de História. Rio de Janeiro: PPGH-UFRJ, vol. 5, n. 8, jan.-jun.2004.

ROSA, Marcus Vinícius de F. Além da invisibilidade: história social do racismo em Porto Alegre durante o pós-Abolição (1884-1918). Porto Alegre: EST, 2019.

SANHUDO, Ary V. Porto Alegre: Crônicas da minha cidade. Porto Alegre: Movimento, 1975.

SCHULZ, John. A crise financeira da Abolição. São Paulo: Edusp, 2013.

SEVCENKO, Nicolau. A capital irradiante: técnicas, ritmos e ritos do Rio. In: História da vida privada no Brasil. República: da Belle Époque à Era do Rádio. Vol. 3. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

SINGER, Paul. Desenvolvimento econômico e evolução urbana. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1974.

VALLADARES, Lícia do Prado. A invenção da favela. Do mito de origem a favela.com. Rio de Janeiro: FGV, 2005.

VARGAS, Anderson Z. Moralidade, autoritarismo e controle social na Porto Alegre da virada do século XIX. In: MAUCH, Claudia (org). Porto Alegre na virada do século 19. Cultura e sociedade. Porto Alegre / Canoas, Editora da UFRGS / Editora da ULBRA, 1994.

VAZ, Lilian F. Dos cortiços às favelas e aos edifícios de apartamentos – a modernização da moradia no Rio de Janeiro. Análise social. Vol. XXIX (127), 1994, 3o. Disponível em: <http://analisesocial.ics.ul.pt/documentos/1223377187I6iYL2uw3Xe43QN7.pdf> Acesso em 14 mai. 2020.

VIEIRA, Daniele M. Territórios negros em Porto Alegre/RS (1800-1970): Geografia histórica da presença negra no espaço urbano. 2017. 190 f. Dissertação (Mestrado em Geografia). Programa de pós-graduação em Geografia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. 2017.

WEIMER, Rodrigo de A. Os nomes da liberdade. Ex-escravos na Serra Gaúcha no pós-Abolição. São Leopoldo: Oikos: UNISINOS, 2008.

XAVIER, Regina C. L.; BOHRER, Felipe. Africanos, afrodescendentes: imagens de Porto Alegre. São Leopoldo: Oikos, 2018. Disponível em: <http://editoracasaleiria.hospedagemdesites.ws/oikos/africanos.html#> Acesso em: 14 mai. 2020.

Downloads

Publicado

2022-06-02

Como Citar

Weimer, R. de A. (2022). Habitação popular em Porto Alegre na virada do século XIX para o XX: uma abordagem a partir das ações judiciais de despejo. Anos 90, 29. https://doi.org/10.22456/1983-201X.106504

Edição

Seção

Artigos