Trajetória de três mulheres rurais: o trabalho como fio condutor das narrativas de vida

Autores

  • Márcia de Fátima de Moraes Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

Mulheres rurais, Trabalho, Gênero

Resumo

Neste ensaio pretendemos discutir como o trabalho se constitui no eixo central das narrativas das trajetórias de vida de três mulheres rurais, moradoras do município de Lagoão-RS, bem como as memórias relacionadas à esse encontram-se articuladas as questões de gênero e a uma identidade feminina. Para isso, o estudo insere-se no campo da História das Mulheres e História do Tempo presente, tendo a História Oral como procedimento metodológico na realização de entrevistas. Em conclusões parciais, visto que a pesquisa ainda se encontra em andamento, percebe-se que o trabalho é pontuado como um valor que se sobrepõe aos sofrimentos enfrentados, constituindo-se como parte das identidades enquanto sujeitos femininos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia de Fátima de Moraes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Licenciada em História pela Universidade de Passo Fundo (2016), atualmente, realiza mestrado pelo Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Os interesses de estudos estão inseridos no campo da História das Mulheres e História do tempo presente, tendo a História Oral como procedimento metodológico.

Downloads

Publicado

2020-04-16

Como Citar

MORAES, M. de F. de. Trajetória de três mulheres rurais: o trabalho como fio condutor das narrativas de vida. Revista Aedos, [S. l.], v. 11, n. 25, p. 241–257, 2020. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/aedos/article/view/96901. Acesso em: 30 jun. 2022.