A EXPERIÊNCIA EDITORIAL DE MARIA FIRMINA DOS REIS NO PERIÓDICO O JARDIM DAS MARANHENSES

Autores

  • Natália Lopes de Souza Universidade Federal de Juiz de Fora

Palavras-chave:

Trajetória Feminina, Imprensa maranhense do século XIX

Resumo

O presente trabalho pretende analisar a experiência editorial de Maria Firmina dos Reis, professora e escritora maranhense da segunda metade do século XIX, no periódico O Jardim das Maranhenses. Este circulou durante os anos de 1861 e 1862, na cidade de São Luís. Percebemos que o conteúdo veiculado era voltado para o público feminino e, que a maioria das publicações no periódico pertenciam aos homens. Com a entrada de Maria Firmina dos Reis como colaboradora, notamos uma percepção diferenciada do conteúdo encontrado no jornal. A partir disso, o objetivo deste trabalho é entender a experiência editorial de uma mulher negra escritora no periódico abordado. Desta forma, O Jardim das Maranhenses nos permite entender a construção e enquadramento da mulher na sociedade, reforçado pelo jornal em questão, além mudança do discurso e do foco contidos no mesmo a partir da colaboração de Maria Firmina dos Reis.

Palavras-chave: Jardim das Maranhenses; Maria Firmina dos Reis; construção do feminino;

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Natália Lopes de Souza, Universidade Federal de Juiz de Fora

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em História, pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Atualmente trabalhando com a trajetória na imprensa da escritora e poetisa maranhense Maria Firmina dos Reis (1822 - 1917)

Downloads

Publicado

2020-08-13

Como Citar

DE SOUZA, N. L. A EXPERIÊNCIA EDITORIAL DE MARIA FIRMINA DOS REIS NO PERIÓDICO O JARDIM DAS MARANHENSES. Revista Aedos, [S. l.], v. 12, n. 26, p. 424–452, 2020. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/aedos/article/view/96840. Acesso em: 13 ago. 2022.