Agência e diligência discursiva na trajetória de Catarina de Siena (1347-1380)

Autores

  • Caio César Rodrigues Universidade Federal Fluminense

Palavras-chave:

Espiritualidade Feminina, Religiosidade Leiga, Hagiografia Medieval

Resumo

Este artigo tem a pretensão de analisar de que forma e em que medida a espiritualidade de Catarina de Siena convergia com o cenário religioso e intelectual pretendido para a religiosidade leiga do século XIV, proposto pela estrutura discursiva da hagiografia medieval ocidental. O corte temporal da pesquisa abrange a curta trajetória de vida de Catarina, de 1347 a 1380 e tem como corpus documental seu epistolário e sua obra Diálogo da Divina Providência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Caio César Rodrigues, Universidade Federal Fluminense

Doutorando em História pela UFF

Mestre em História pela UFRRJ

Downloads

Publicado

2020-04-16

Como Citar

RODRIGUES, C. C. Agência e diligência discursiva na trajetória de Catarina de Siena (1347-1380). Revista Aedos, [S. l.], v. 11, n. 25, p. 198–222, 2020. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/aedos/article/view/96364. Acesso em: 29 jun. 2022.