Noite, sexualidade e justiça: processos de defloramento na cidade de Pelotas (1930-1939)

Autores

  • Thaís de Freitas Carvalho Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

Gênero, Sexualidade, Justiça.

Resumo

O presente estudo lida especificamente com os casos de defloramento, rapto e estupro e  é parte de uma pesquisa que abordou os processos criminais de ocorrência noturna da Comarca de Pelotas na década de 1930. Analisando as sentenças e os dicursos envolvidos, com ênfase nos papéis de gênero propagados pela justiça, propõe-se a reflexão sobre as intersecções entre as categorias de gênero, raça e classe social, no que concerne à sexualidade dos homens e mulheres envolvidos nestas ocorrências.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thaís de Freitas Carvalho, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Possui Graduação em Licenciatura Plena em História pela Universidade Federal de Pelotas, Mestrado em História pela Universidade Federal de Pelotas e cursa Doutorado em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Mestrado com Bolsa CAPES e doutorado com Bolsa CNPq.

Downloads

Publicado

2019-08-14

Como Citar

CARVALHO, T. de F. Noite, sexualidade e justiça: processos de defloramento na cidade de Pelotas (1930-1939). Revista Aedos, [S. l.], v. 11, n. 24, p. 225–244, 2019. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/aedos/article/view/87433. Acesso em: 1 jul. 2022.