O discurso monarquista brasileiro na historiografia intelectual: uma possibilidade de conteúdo e forma

Autores

  • Augusto Castanho da Maia Petter Universidade Federal de Santa Maria

Palavras-chave:

História intelectual, Identidade Nacional, Monarquia,

Resumo

Este trabalho se dispõe a apresentar inicialmente algumas reflexões teórico-metodológicas para o trabalho do historiador intelectual. Apontando assim, algumas perspectivas que regem tanto a visão do historiador como a metodologia que pode ser por ele empregada no decorrer do seu processo de interpretação, reflexão e escrita da história. Em nosso caso, é utilizado como exemplo, análises de discurso de intelectuais do Brasil finissecular. Destarte, se faz necessário que sejam inspecionados aqui outros trabalhos que versaram sobre a mesma temática, procedendo com eles uma espécie de revisão não apenas bibliográfica, mas teórico-bibliográfica, que já faz parte do próprio processo de análise historiográfica pelo historiador intelectual. Isto resultará na terceira parte deste artigo, onde serão apresentadas perspectivas que foram e podem vir a ser trabalhadas, bem como as lacunas e divergências encontradas na bibliografia anteriormente analisada pela perspectiva teórica manifesta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-08-15

Como Citar

CASTANHO DA MAIA PETTER, A. O discurso monarquista brasileiro na historiografia intelectual: uma possibilidade de conteúdo e forma. Revista Aedos, [S. l.], v. 8, n. 18, p. 210–231, 2016. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/aedos/article/view/65073. Acesso em: 4 out. 2022.