Tecendo Falas e Problematizando Olhares no Cotidiano Escolar: a Compreensão dos Alunos do Ensino Médio no Estudo das Religiões Afro-Brasileiras

Autores

  • Lueci da Silva Silveira

Palavras-chave:

Cultura afro-brasileira, Lei nº 10.639/2003, Racismo, Relações étnico-raciais, Educação.

Resumo

Este artigo aborda uma reflexão e compreensão dos alunos do Ensino Médio da Escola Técnica Estadual Senador Ernesto Dornelles no estudo das religiões afro-brasileiras. Como fundamentação teórica tratou-se do conceito e importância do ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e a discussão da Lei nº 10.639/03, um dos balizadores da constituição de uma educação antirracista no cotidiano escolar. Como metodologia, foi realizada uma entrevista com seis alunos participantes. A questão que norteou a entrevista levou em conta principalmente o significado para eles do estudo de um dos principais elementos da cultura afro-brasileira. Conclui-se que os alunos compreendem que o estudo das religiões afro-brasileiras atua como forma de combater o racismo e de exaltar a história e cultura do povo negro para a nossa sociedade. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-07-20

Como Citar

DA SILVA SILVEIRA, L. Tecendo Falas e Problematizando Olhares no Cotidiano Escolar: a Compreensão dos Alunos do Ensino Médio no Estudo das Religiões Afro-Brasileiras. Revista Aedos, [S. l.], v. 7, n. 16, p. 310–329, 2015. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/aedos/article/view/57024. Acesso em: 2 jul. 2022.