O Livro Didático e as aulas de História: o que dizem os alunos?

Autores

  • Lisiane Sias Manke

Palavras-chave:

Ensino de História, Livros didáticos, Alunos

Resumo

No final do século XX a circulação do livro didático foi ampliada, consolidando esse material como principal aporte didático no contexto escolar. De modo semelhante, as pesquisas envolvendo o livro didático como fonte e objeto de estudo também ganharam espaço e representatividade. Nesta pesquisa tem-se por objetivo compreender os usos do livro didático de História no contexto escolar, observando, especialmente, a relação que os alunos estabelecem com esse material. Assim, vislumbra-se dar conta dos processos pelos quais o conhecimento histórico escolar é apreendido por aqueles que passam pela escola, como também os mecanismos que aproximam ou distanciam os indivíduos desse conhecimento. O estudo envolveu dez instituições da rede pública de ensino da cidade de Pelotas, nas quais foram aplicados questionários semiobjetivos a um total de 146 alunos das séries finais do Ensino Fundamental, durante o primeiro semestre de 2014. O questionário respondido pelos alunos apresentava questões relacionadas à disciplina de história e ao uso do livro didático nas aulas. Entre os dados analisados observa-se que 85% dos alunos que responderam o questionário declaram que gostam da disciplina de História, contudo, o índice não é o mesmo em relação ao gosto pelo livro didático.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-07-20

Como Citar

SIAS MANKE, L. O Livro Didático e as aulas de História: o que dizem os alunos?. Revista Aedos, [S. l.], v. 7, n. 16, p. 214–228, 2015. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/aedos/article/view/57018. Acesso em: 30 jun. 2022.