Ensino de História e suas possibilidades para a construção da educação do campo

Autores

  • Juliana de Sousa Almeida

Palavras-chave:

Educação do Campo, Ensino de História, Movimentos Sociais.

Resumo

A Educação do Campo parte da perspectiva de educar para a organização, tendo como objetivo que os trabalhadores do campo se assumam enquanto sujeitos de transformação. Tendo em vista que o principal potencial transformador da História é a oportunidade que ela oferece de praticar a “inclusão histórica”, esse trabalho, ao analisar as práticas de Ensino de História existente em duas escolas inseridas no meio rural, busca obter uma maior compreensão sobre o papel dessa disciplina para a construção de uma educação na perspectiva da Educação do Campo. Ao fazer uma análise a partir da realidade dessas escolas, da comunidade onde estão inseridas, das práticas pedagógicas e experiências de vida dos professores de História, a pesquisa propõe uma reflexão sobre as possibilidades e desafios que se apresentam a partir do contexto atual do campo. Esse contexto é resultado de um processo histórico de precarização da vida do agricultor camponês e da negação ou desvalorização de suas particularidades, mas também de formação de um processo pedagógico de luta por um projeto contra-hegemônico para o campo, protagonizado pelos agricultores camponeses. A pesquisa se encontra em andamento, sendo que o processo de reunião dos dados está em fase de finalização, neste artigo analisam-se os dados referentes a uma das escolas investigadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-07-20

Como Citar

DE SOUSA ALMEIDA, J. Ensino de História e suas possibilidades para a construção da educação do campo. Revista Aedos, [S. l.], v. 7, n. 16, p. 94–111, 2015. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/aedos/article/view/57010. Acesso em: 2 jul. 2022.