Na Hora do Bonde: a implantação do transporte urbano na Rio Grande do século XIX

Autores

  • Ticiano Duarte Pedroso Universidade Federal de Pelotas
  • Felipe Nóbrega Ferreira

Palavras-chave:

Companhia Carris Urbanos, Rio Grande, modernidade

Resumo

O presente trabalho pretende realizar uma análise dos processos que envolvem a criação da primeira empresa de transportes urbanos da cidade de Rio Grande: Companhia Carris Urbanos. Da mesma forma, buscamos analisar as conseqüências da implantação da linha de bondes, no desenvolvimento do traçado urbano da cidade inserido no contexto da segunda metade do século XIX. Tal investigação conta com o levantamento documental realizado em dois arquivos: Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul, do qual nos valemos dos tramites político-burocráticos que envolvem a concessão de linhas de tráfego de tramways em Rio Grande; Bibliotheca Rio-grandense, arquivo em que foi encontrado o primeiro relatório da referida Companhia. Dentro dessa perspectiva, buscamos uma leitura de cidade inserida em um contexto que estabelecia a modernidade como um novo padrão de civilização brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ticiano Duarte Pedroso, Universidade Federal de Pelotas

Formado em História pela FURG, mestrando em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Pelotas

Downloads

Publicado

2012-07-10

Como Citar

PEDROSO, T. D.; FERREIRA, F. N. Na Hora do Bonde: a implantação do transporte urbano na Rio Grande do século XIX. Revista Aedos, [S. l.], v. 4, n. 10, 2012. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/aedos/article/view/24273. Acesso em: 29 jun. 2022.