Nas Malhas da Inquisição de Lisboa: um perfil dos padres sodomitas e de seus amantes

Autores

  • Veronica de Jesus Gomes Universidade Federal Fluminense

Palavras-chave:

Cultura e Representações

Resumo

Um expressivo número de homens da Igreja praticantes da sodomia constou nos documentos da Inquisição de Lisboa entre os séculos XVI e XVIII. O mesmo aconteceu com os jovens que se envolveram ou sofreram o que atualmente seria caracterizado como “abuso sexual” por esses padres. A partir de um conjunto documental, que contempla os Livros das Visitações do Santo Ofício à Bahia (1591 e 1618), as denúncias existentes nos Cadernos do Nefando e do Promotor, especialmente as registradas durante a Grande Inquirição, de 1646, e em processos inquisitoriais, correspondentes ao período assinalado, o artigo analisa e traça o perfil socioeconômico e intelectual desses sodomitas.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Veronica de Jesus Gomes, Universidade Federal Fluminense

Sou mestra em História Social pelo Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Federal Fluminense

Downloads

Publicado

2011-06-06

Como Citar

GOMES, V. de J. Nas Malhas da Inquisição de Lisboa: um perfil dos padres sodomitas e de seus amantes. Revista Aedos, [S. l.], v. 3, n. 8, 2011. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/aedos/article/view/16764. Acesso em: 29 jun. 2022.