ST 15. História indígena: lutas, trajetórias e direitos sociais

Autores

  • Clara Martinez Falcão Pereira Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Lucas de Lucas Samuel Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Resumo

A história indígena é um campo atualmente em expansão na historiografia brasileira, mas ainda com muitas lacunas a serem preenchidas. A partir de 1990 o que conhecemos como Nova História Indígena surge tentando desconstruir uma série de preconceitos a respeito dos povos nativos, buscando enfatizar as diversas estratégias de negociação, resistência e adaptação das sociedades indígenas ao longo dos últimos séculos. Os movimentos sociais organizados pelos povos indígenas foram de extrema importância nessa renovação historiográfica, demonstrando que a atuação dos indígenas no presente está relacionada com a produção do conhecimento sobre os seus passados. A proposta desse S.T. é receber trabalhos que se dediquem a história dos povos nativos em diversos contextos, abrangendo variados recortes temáticos e cronológicos, desde o período colonial até o tempo presente. Priorizam-se trabalhos que demonstrem a ação dos grupos e sujeitos indígenas nos contextos específicos e nas fontes selecionadas (podendo essas serem documentos escritos, orais, iconográficos, entre outros), bem como pesquisas voltadas para o ensino de história indígena que estejam em consonância com a aplicação da Lei 11.645 que torna obrigatória o ensino de história e cultura indígena nas escolas brasileiras e/ou pesquisas, relacionadas à temática, voltadas para a divulgação científica.

Coordenadoras(es):
Clara Martinez Falcão Pereira (Mestranda PPGH-UFRGS)
Lucas de Lucas Samuel (Mestrando PPGH-UFRGS)

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-01-28

Como Citar

PEREIRA, C. M. F.; SAMUEL, L. de L. ST 15. História indígena: lutas, trajetórias e direitos sociais. Revista Aedos, [S. l.], v. 13, n. 29, p. 640–727, 2022. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/aedos/article/view/121762. Acesso em: 11 ago. 2022.