Trabalho e Morte: Um Estudo das Causas de Falecimentos de Trabalhadores Cativos na Cidade Portuária de Rio Grande (1864-1870)

Autores

  • Natália Garcia Pinto UNISINOS

Palavras-chave:

Escravos, Rio Grande, Mortalidade,

Resumo

Ainda que se afirme a alta freqüência de óbitos entre os trabalhadores cativos, este não é um ponto estudado exaustivamente na historiografia da escravidão brasileira. Diante disso, o presente trabalho tem por objetivo analisar as principais causas de óbitos entre os trabalhadores escravos na sociedade riograndina no período de 1864 a 1870, com o intuito de dimensionar um estudo das condições de vida desses trabalhadores. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Natália Garcia Pinto, UNISINOS


Downloads

Publicado

2009-11-24

Como Citar

PINTO, N. G. Trabalho e Morte: Um Estudo das Causas de Falecimentos de Trabalhadores Cativos na Cidade Portuária de Rio Grande (1864-1870). Revista Aedos, [S. l.], v. 2, n. 4, 2009. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/aedos/article/view/11451. Acesso em: 7 jul. 2022.