A construção do Povo Brasileiro: a profundidade dos discursos dos movimentos operários da virada do século XX nos debates do Congresso Nacional acerca da elaboração do Código Civil (1901-1902).

Autores

  • Fagner dos Santos

Palavras-chave:

República Velha, Código Civil, Partidos Operários.

Resumo

Na ausência de leis trabalhistas, o Código Civil, ao regular os contratos de locações de serviços, se tornou a referência no assunto até a aprovação da CLT, desde 1917 até os anos quarenta. Entre 1900 e 1902, nas salas da Cadeia Velha, os deputados federais discutiram o trabalho infantil, as condições de habitação e higiene, a responsabilidade sobre acidentes de trabalho e outros 77 artigos relativos à matéria. Enquanto isso se estabelecia as raízes dos primeiros partidos "operários" organizados nos centros mais industrializados, inundados pelas idéias de estrangeiros identificados com a causa. Este trabalho é uma comparação entre as idéias disseminadas nos manifestos destes últimos em relação ao que foi discutido pelos políticos federais no mesmo período, com o intuito de estabelecer a distância entre os dois pontos de vista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-11-12

Como Citar

DOS SANTOS, F. A construção do Povo Brasileiro: a profundidade dos discursos dos movimentos operários da virada do século XX nos debates do Congresso Nacional acerca da elaboração do Código Civil (1901-1902). Revista Aedos, [S. l.], v. 2, n. 4, 2009. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/aedos/article/view/10938. Acesso em: 7 jul. 2022.