Migrantes zoroastrianos na Inglaterra e o conceito de identidade

Autores

Palavras-chave:

Identidade, Zoroastrismo, Migração

Resumo

Ondas migracionais e diásporicas no período contemporâneo permitem a circulação de diferentes grupos por todos os continentes. Os adeptos da religião chamada Zoroastrismo, circulavam pelo continente asiático desde a antiguidade e nos dias atuais, estes caminhos ganham proporções globais. O presente artigo tem o objetivo de analisar as problemáticas envoltas ao conceito de identidade atrelada a religião entre os migrantes zoroastrianos que vivem na Inglaterra. Discutiremos em um primeiro momento, uma breve contextualização do objeto de estudo e os conceitos teóricos da pesquisa, dando seguimento a análise dos discursos destes migrantes zoroastrianos, afim de organizar e detectar as problemáticas envolta a identidade do sujeito e a religião zoroastriana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Iasmin Castro de Souza, Universidade Estadual de Londrina

Graduada em História pela Universidade Estadual de Londrina (2017); Mestre em História Social pela Universidade Estadual de Londrina (2020), com pesquisas no campo de migrações internacionais religiosas, com ênfase na religião Zoroastrismo.

Downloads

Publicado

2021-04-09

Como Citar

CASTRO DE SOUZA, I. Migrantes zoroastrianos na Inglaterra e o conceito de identidade. Revista Aedos, [S. l.], v. 12, n. 27, p. 305–331, 2021. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/aedos/article/view/108073. Acesso em: 4 out. 2022.