A direita vai ao povo: Herbert Levy e o desafio da ascensão política popular (1945-1964).

Autores

  • Larissa Raele Cestari Universidade Federal de Juiz de Fora

Palavras-chave:

Direita, Herbert Levy, classes populares, República de 1945-1964.

Resumo

Analiso a ida ao povo do empresário e líder udenista Herbert Levy durante a experiência liberal democrática de 1945 a 1964, com ênfase no governo João Goulart (1961-1964). Questiono uma visão construída sobre a direita segundo a qual esta desqualificaria sumariamente as classes populares como agentes políticos. A partir de uma abordagem da história política renovada, defendo que a expansão de práticas de participação políticas no período, cuja marca foi a atuação cada vez maior dos trabalhadores, obrigou setores da direita liberal representados por Herbert Levy a reverem suas estratégias de aproximação com as classes populares e a reconhecerem o povo como sujeito político. Isso ficou evidente sobretudo no início dos anos de 1960, quando Herbert Levy empenhou-se em disputar as classes populares entendidas por ele como o grande suporte de João Goulart e do conjunto das esquerdas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Larissa Raele Cestari, Universidade Federal de Juiz de Fora

Doutoranda em História pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)

Downloads

Publicado

2022-02-28

Como Citar

CESTARI, L. R. A direita vai ao povo: Herbert Levy e o desafio da ascensão política popular (1945-1964). Revista Aedos, [S. l.], v. 13, n. 30, p. 181–198, 2022. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/aedos/article/view/104665. Acesso em: 4 out. 2022.