A PRODUÇÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA E A PROBLEMATIZAÇÃO ACERCA DA MEIA-IDADE: UM ESTUDO A PARTIR DE PERIÓDICOS DO CAMPO DA EDUCAÇÃO FÍSICA

Autores

  • Priscilla de Cesaro Antunes Universidade Federal de Goiás
  • Ana Márcia Silva Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.22456/2316-2171.20196

Palavras-chave:

Meia-idade, Adulto, Educação Física

Resumo

 

Objetivou-se apresentar um panorama da produção acadêmica do campo da Educação Física, tendo como foco central o momento da vida identificado como meia-idade. Foram analisados 18 periódicos vinculados ao campo da Educação Física, no período compreendido entre 2000 e 2010, recuperando-se 79 artigos que apresentaram foco na meia-idade. Partiu-se da hipótese de que esse tema é pouco explorado, a qual foi confirmada visto que os artigos recuperados constituíram apenas 2% do total de 3.941 artigos publicados no período. Observou-se que, predominantemente: os estudos foram pesquisas de campo, realizadas com mulheres, num intervalo amplo de idades; os temas abordados foram os de aptidão física, doenças/fatores de risco, validação de testes/equações, adesão/ motivação para exercício, concepção de envelhecimento, esporte, aposentadoria, necessidades especiais e sociabilidade. A análise dos resultados indicou que tais temas foram tratados a partir de uma perspectiva biologicista, enquanto a meia-idade foi caracterizada como um momento de declínio com alterações fisiológicas no organismo que trazem prejuízos para a vida; os autores têm recorrido a referenciais sobre velhice para analisar/refletir dados sobre meia-idade, e a doença, mais do que a saúde, foi o parâmetro central para os estudos analisados.


 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Priscilla de Cesaro Antunes, Universidade Federal de Goiás

Mestre em Educação Física e Professora da Faculdade de Educação Física da Universidade Federal de Goiás.

Ana Márcia Silva, Universidade Federal de Goiás

Doutora em Ciências Humanas, Professora da Faculdade de Educação Física da Universidade Federal de Goiás e Professora colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Educação Física da Universidade Federal de Santa Catarina.

Referências

ALMEIDA, Ângela Maria de Oliveira; CUNHA, Gleicimar Gonçalves. Representações Sociais do Desenvolvimento Humano. Psicologia: Reflexão e Crítica, Porto Alegre, v. 16, n. 1, p. 147-155, 2003.

ANTUNES, Priscilla. Corpo, saúde e práticas corporais: uma análise da produção científica da Educação Física acerca de pessoas na meia-idade. Florianópolis: UFSC, 2010. 198p. Dissertação (Mestrado em Educação Física). Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2010.

ANTUNES, Priscilla; SCHNEIDER, Maria Dênis. Primeiras aproximações com o conceito de maturidade: um olhar a partir de uma realidade social feminina. In: FALCÃO, José; SARAIVA, Maria do Carmo (Orgs.). Esporte e lazer na cidade: a prática teorizada e a teoria praticada. Florianópolis: Lagoa, 2007, p. 61-82.

BOHRER, Kauê; CARLOS, Sérgio. Teses e dissertações sobre o envelhecimento produzidas na Universidade Federal do Rio Grande do Sul e incluídas no sistema de bibliotecas no ano de 2008. Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, Porto Alegre, v. 14, n. 1, p. 135-158, Jun. 2009.

CARLOS, Sérgio. Teses e dissertações sobre o envelhecimento produzidas na Universidade Federal do Rio Grande do Sul e incluídas no sistema de bibliotecas no ano de 2006. Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, Porto Alegre, v. 11, p. 153-165, 2007.

_____. Teses e dissertações sobre o envelhecimento produzidas na Universidade Federal do Rio Grande do Sul no ano de 2005. Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, Porto Alegre, v. 9, p. 131-141, 2006.

DEBERT, Guita. A antropologia e o estudo dos grupos e das categorias de idade. In: BARROS, Myriam Moraes Lins de (Org.). Velhice ou Terceira Idade: estudos antropológicos sobre identidade, memória e política. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1998, p. 49-68.

_____. A invenção da Terceira Idade e a rearticulação de formas de consumo e demandas políticas. In: XX ENCONTRO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM CIÊNCIAS SOCIAIS, 1996, Caxambu. Anais... Caxambu: ANPOCS, 1996.

DOMINGUES, José. Gerações, modernidade e subjetividade coletiva. Tempo social: Revista de Sociologia da USP, São Paulo, v. 14, n. 1, p. 67-89, Mai. 2002.

DUARTE, Cátia; SANTOS, Cristiane; GONÇALVES, Andréa. A concepção de pessoas de meia-idade sobre saúde, envelhecimento e atividade física como motivação para comportamentos ativos. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Campinas, v. 23, n. 3, p. 35-48, Mai. 2002.

DUARTE, Lucia. Idade Cronológica: mera questão referencial no processo de envelhecimento. Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, Porto Alegre, v. 2, p. 35-47, 1999.

ESTUDOS INTERDISCIPLINARES SOBRE O ENVELHECIMENTO. Teses e dissertações sobre o envelhecimento produzidas na Universidade Federal do Rio Grande do Sul e incluídas no sistema de bibliotecas no ano de 2009. Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, Porto Alegre, v. 15, n. 1, p. 135-155, Jun. 2010.

FERREIRA, Norma. As pesquisas denominadas “estados da arte”. Educação & Sociedade, Campinas, v. 23, n. 79, p. 257-272, Ago. 2002.

GONÇALVES, Andréa; DUARTE, Cátia; SANTOS, Cristiane. Atividade física na fase da meia-idade: motivos de adesão e de continuidade. Movimento, Porto Alegre, v. 7, n. 15, p. 75-88, 2001.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Sinopse do Censo Demográfico 2010. Rio de Janeiro, 2011.

JORGE, Márcia. Perdas e ganhos no envelhecimento da mulher. Psicologia em Revista, Belo Horizonte, v. 11, n. 17, p. 47-61, Jun. 2005.

MARQUES, Alexandre; NAHAS, Markus. Qualidade de vida de pessoas portadoras de Síndrome de Down, com mais de 40 anos, no Estado de Santa Catarina. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, Brasília, v. 11, n. 2, p. 55-61, Jun. 2003.

MATIELLO JUNIOR, Edgard et al. Superando riscos na atividade física relacionada à saúde. Movimento, Porto Alegre, v. 14, n. 1, p. 39-61, Abr. 2008.

MELO, Cristiane; ANTUNES, Priscilla; SCHNEIDER, Maria Dênis. Desenferrujando as dobradiças: as práticas corporais na maturidade. In: SILVA, Ana Márcia; DAMIANI, Iara (Orgs.). Práticas Corporais: trilhando e (compar)trilhando as ações em Educação Física. Florianópolis: Nauemblu, 2005, p.107-128.

MINAYO, Maria Cecília. Mudanças globais e tendências no campo da saúde no Brasil. Revista da Educação Física/UEM, Maringá, v. 15, n. 1, p. 69-80, 1º sem. 2004.

_____. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 11. ed. São Paulo: Hucitec, 2008.

MOREIRA, Virgínia; NOGUEIRA, Fernanda. Do indesejável ao inevitável: a experiência vivida do estigma de envelhecer na contemporaneidade. Psicologia USP, São Paulo, v. 19, n. 1, p. 59-79, Jan./Mar. 2008.

OLIVEIRA, Marta. Ciclos de vida: algumas questões sobre a psicologia do adulto. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 30, n. 2, p. 211-229, Mai./Ago. 2004.

PINHEIRO, Luís Fernando. Teses e dissertações sobre o envelhecimento produzidas na Universidade Federal do Rio Grande do Sul e incluídas no sistema de bibliotecas no ano de 2007. Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, Porto Alegre, v. 13, n. 1, p. 147-163, 2008.

SANT’ANNA, Denise. Transformações do corpo: controle de si e uso dos prazeres. In: RAGO, Margareth; ORLANDI, Luiz; VEIGA

NETO, Alfredo (Orgs.). Imagens de Foucault e Deleuze: ressonâncias nietzsheanas. Rio de Janeiro: DP&A, 2002, p. 99-110.

_____. Corpos de passagem: ensaios sobre a subjetividade contemporânea. São Paulo: Estação Liberdade, 2001.

SANTOS, Susan; KNIJNIK, Jorge. Motivos de adesão à prática de atividade física na vida adulta intermediária. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 5, n. 1, p. 23-34, 2006.

SILVA, Ana Márcia. Corpo, ciência e mercado: reflexões acerca da gestação de um novo arquétipo da felicidade. Campinas: Autores Associados; Florianópolis: Editora da UFSC, 2001.

_____. Das práticas corporais ou porque Narciso se exercita. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Florianópolis, v. 17, n. 3, p. 244-251, Mai. 1996.

SILVA, Ana Márcia et al. Corpo e experiência: para pensar as práticas corporais. In: FALCÃO, José; SARAIVA, Maria do Carmo (Orgs.). Práticas corporais no contexto contemporâneo: (in)tensas experiências. Florianópolis: Copiart, 2009, p. 10-27.

SIMÕES, Regina. Corporeidade e terceira idade. Piracicaba: UNIMEP, 1994.

SOARES, Carmem. Corpo e História. Campinas: Autores Associados, 2004.

SOUSA, Filomena. O que é “ser adulto”? As práticas e representações sociais – A Sociologia do Adulto. VI Congresso Português de Sociologia. Lisboa, 2008.

TRINDADE, Ellika. Hermenêutica do existir do homem de meia-idade - paternidade, sexualidade e projetos de vida: um olhar à luz de Heidegger. Riberão Preto: USP, 2002. Tese (Doutorado em Psicologia) - Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2002.

VALE, Rodrigo; NOVAES, Jefferson; DANTAS, Estélio. Efeitos do treinamento de força e de flexibilidade sobre a autonomia de mulheres senescentes. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, Brasília, v. 13, n. 2, p. 33-40, 2005.

VERAS, Renato; CALDAS, Célia. Promovendo a saúde e a cidadania do idoso: o movimento das universidades da terceira idade. Revista Ciência e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 9, n. 2, p. 423-432, 2004.

Downloads

Publicado

2014-08-19

Como Citar

Antunes, P. de C., & Silva, A. M. (2014). A PRODUÇÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA E A PROBLEMATIZAÇÃO ACERCA DA MEIA-IDADE: UM ESTUDO A PARTIR DE PERIÓDICOS DO CAMPO DA EDUCAÇÃO FÍSICA. Estudos Interdisciplinares Sobre O Envelhecimento, 19(1). https://doi.org/10.22456/2316-2171.20196

Edição

Seção

Artigos