[1]
E. Vieira da Cunha, “Na "poiesis" de Valéry, a vertigem do dígito, a memória e o esquecimento”, POARTE, vol. 19, nº 32, nov. 2013.