[1]
M. V. Corona, “Penumbra: As voltas com meus fantasmas e o jogo anadiômeno”, POARTE, vol. 24, nº 42, dez. 2019.