[1]
G. H. Rückert, “A geração da utopia em tempos de distopia”, NL, vol. 7, nº 1, jul. 2011.