O <i>Poema sujo</i> na operação expressiva do corpo

Autores

  • Marcia Bianchi Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina - SEDSC

DOI:

https://doi.org/10.22456/1981-4526.46896

Palavras-chave:

, Ferreira Gullar, Poema sujo, corpo, pulsões

Resumo

Elaboro neste ensaio questões sobre a poesia de Ferreira Gullar, em particular o Poema sujo, valendo-me especialmente de uma filosofia do corpo - Merleau-Ponty – entrelaçada com a psicanálise – Lacan. A obra de arte é um sentido encarnado, por isso é preciso ser paciente e não pensar que o acesso a ela se dá no primeiro olhar. A obra dá a ver vários perfis, bem como a coexistência das partes da obra como um corpo físico, por isso não deve nos remeter ao sentimento pelo qual ela é vista em uma só vez. Refletida em si mesma, a obra de arte retira-se do mundo para fazer ver, de um modo novo, a carnalidade do mundo, a coisa em si, o cotidiano. Posto assim, a obra de arte é, antes de mais nada, um corpo, real ou imaginário, que funda sua imanência e faz suscitar um vasto conjunto de possibilidades na sua transcendência. Assim, a fala, o corpo, estabelecem uma relação fundante das essências das coisas que somente a arte torna possível. Para esta escrita, a relação fundante ocorre, em essência, no Poema sujo de Ferreira Gullar, no campo das pulsões, para que, dessa forma, talvez se possa desvelar e instaurar em cada coisa o que ela guarda de sensível, de salvo, de velado, um sagrado que escapa de uma definição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcia Bianchi, Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina - SEDSC

Possui graduação em Letras pela Fundação Educacional Unificada do Oeste de Santa Catarina - UNOESC - Chapecó (1994). Mestrado(2002) e Doutorado(2011) em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Brasileira, atuando nos seguintes temas: poesia brasileira contemporânea, literatura e filosofia, crítica literária. Professora de Ensino Superior, atua também no Ensino Médio na Rede Estadual de Ensino do Estado de Santa Catarina.

Downloads

Publicado

2014-05-29

Como Citar

Bianchi, M. (2014). O &lt;i&gt;Poema sujo&lt;/i&gt; na operação expressiva do corpo. Nau Literária, 10(1). https://doi.org/10.22456/1981-4526.46896