ANÁLISE DA PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO SOBRE A EDUCAÇÃO FÍSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Autores

  • Uirá de Siqueira Farias Universidade São Judas Tadeu
  • Valdilene Aline Nogueira Universidade São Judas Tadeu
  • Daniel Teixeira Maldonado Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo
  • Graciele Massoli Rodrigues Universidade São Judas Tadeu
  • Maria Luiza de Jesus Miranda Universidade São Judas Tadeu

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.90145

Palavras-chave:

Educação Física. Educação. Educação Infantil. Revisão.

Resumo

A Educação Infantil, primeira etapa da Educação Básica, passou por diversas modificações nas últimas décadas. Impulsionadas pela sociedade, leis educacionais foram alteradas refletindo diretamente no componente Educação Física, que agora deve atender à Educação Infantil. Diante disso, o presente estudo tem o objetivo de analisar a produção sobre a Educação Física na Educação Infantil nos programas de pós-graduação em Educação Física e Educação disponibilizados online no catálogo de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Como recurso metodológico adotamos uma revisão integrativa. Ao analisar os resultados percebemos um crescimento no número de dissertações e teses sobre a Educação Física na Educação Infantil, tanto nos programas de Educação Física como de Educação. As temáticas evidenciadas permeiam as práticas pedagógicas, a inserção e valorização do componente, a formação e trajetória de vida, os currículos e legislações como também as dificuldades para atuar na Educação Infantil. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Uirá de Siqueira Farias, Universidade São Judas Tadeu

estre em Educação Física pela Universidade São Judas Tadeu (2017). Graduado em Bacharel em Educação Física pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (2009) e em Licenciatura em Educação Física pela Faculdade Diadema (2008). Possui Licenciatura em Pedagogia pela Universidade Nove de Julho (2013). Pós-Graduação Lato Sensu em Exercício Físico Aplicado à Reabilitação Cardíaca e a Grupos Especiais, pela Universidade Gama Filho ? SP (2011). Pós-Graduação em Educação Física Escolar na Universidade Estácio de Sá (2015). Atua a nove anos na área da Educação Física Escolar no ensino infantil, fundamental, médio e EJA. É professor concursado nas redes Municipais de São Paulo (capital) e de Santo André ? SP. Atualmente realiza o Doutorado em Educação Física na Universidade São Judas Tadeu.

Valdilene Aline Nogueira, Universidade São Judas Tadeu

Bacharel e Licenciada em Educação Física pela UFV - Universidade Federal de Viçosa - MG (2009). Especialista em Educação, com ênfase nas questões de Gênero e Raça também pela Universidade Federal de Viçosa (2011). Pedagoga pela UNIUBE - Universidade de Uberaba - MG (2015). Mestra em Educação Física (2016) e Doutoranda em Educação Física pela Universidade São Judas Tadeu - SP. Atuou como professora de Educação Física na Coeducar - Cooperativa Educacional de Viçosa - Educação Infantil: 2010 - 2011 - Ensino Fundamental II e Médio: 2012 - 2015. Atualmente é professora efetiva da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo e do curso de Educação Física da Universidade Guarulhos - SP.

Daniel Teixeira Maldonado, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo

Bacharel e Licenciado em Educação Física pela Universidade São Judas Tadeu (2008). Especialista em Educação Física Escolar (2010) e em Pedagogia dos Esportes (2012) pela Universidade Gama Filho. Mestre em Educação Física pela Universidade São Judas Tadeu (2012). Doutor em Educação Física pela Universidade São Judas Tadeu (2016). Atuou como professor efetivo de Educação Física na Secretaria Estadual de Educação (2010-13), na Secretaria Municipal de Educação (2010-15) e no Centro Paula Souza (2014-15) no Ensino Fundamental, Médio e Técnico em São Paulo. Atualmente é professor de Educação Física do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo atuando no Ensino Médio e no Ensino Superior.

Graciele Massoli Rodrigues, Universidade São Judas Tadeu

Possui mestrado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (1998) e doutorado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (2002). Atualmente é professor titular da Escola Superior de Educação Física de Jundiaí e professora adjunto da Universidade São Judas Tadeu. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase nos seguintes temas: educação física escolar, deficiência, educação física adaptada, esporte adaptado, dança e inclusão.

Maria Luiza de Jesus Miranda, Universidade São Judas Tadeu

Licenciada em Educação Física pela Universidade de São Paulo (1975), mestre em Educação Física pela Universidade de São Paulo (1991) e doutora em Psicologia (Psicologia Experimental) pela Universidade de São Paulo (2001). Atualmente Coordena o Programa de Pós Graduação Stricto Sensu em Educação Física da Universidade São Judas Tadeu, níveis Mestrado e Doutorado. É docente, também, no mestrado em Ciências do Envelhecimento. Coordena o Grupo de Estudo e Pesquisa Sênior e foi uma das idealizadoras da proposta de educação física para idosos baseada na educação dialógica de Paulo Freire e no ideário da Promoção da Saúde, implementada no projeto de extensão Projeto Sênior para a Vida Ativa. Tem experiência na área de Educação Física, nos contextos escolar e não-escolar, atuando principalmente nos seguintes temas: educação física e envelhecimento; educação física e promoção da saúde; programas de educação física com ênfase nos aspectos psicossociais e pedagógicos; música e bem-estar subjetivo; educação para o autocuidado com a saúde na velhice.

Downloads

Publicado

2019-10-28

Como Citar

FARIAS, U. de S.; NOGUEIRA, V. A.; MALDONADO, D. T.; RODRIGUES, G. M.; MIRANDA, M. L. de J. ANÁLISE DA PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO SOBRE A EDUCAÇÃO FÍSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Movimento, [S. l.], v. 25, p. e25058, 2019. DOI: 10.22456/1982-8918.90145. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/90145. Acesso em: 1 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais