DISCURSOS SOBRE A RECREAÇÃO: UM SABER DISCIPLINARIZADO NA ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA DE MINAS GERAIS (1963 – 1969)

Autores

  • Hilton Fabiano Boaventura Serejo Universidade Federal dos Vale do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM
  • Hélder Ferreira Isayama Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Programa de Pós Graduação em Estudos do Lazer. Belo Horizonte, MG

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.77663

Palavras-chave:

Recreação. Educação Física e Treinamento. Currículo.

Resumo

O objetivo deste texto foi compreender os discursos disciplinares relacionados à recreação na Escola de Educação Física de Minas Gerais (EEFMG), no período de 1963 a 1969. A apreciação dos dados encontrados se deu inspirada na análise de discurso sob a perspectiva arqueológica de Foucault e em diálogos com a história das disciplinas. Analisando os discursos, observamos que os significados sobre a recreação foram demarcados pelos enunciados “interesse” e “prazer”. Foi evidenciada uma perspectiva dual da recreação, expressa na temática arma de dois gumes e recreação espontânea ou viciosa, que categoriza as ações em certas ou erradas, boas ou más, o que tornava secundários outros elementos presentes nessas vivências, como: solidariedade, cooperação e cidadania.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-05-01

Como Citar

SEREJO, H. F. B.; ISAYAMA, H. F. DISCURSOS SOBRE A RECREAÇÃO: UM SABER DISCIPLINARIZADO NA ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA DE MINAS GERAIS (1963 – 1969). Movimento, [S. l.], v. 25, p. e25023, 2019. DOI: 10.22456/1982-8918.77663. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/77663. Acesso em: 2 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais