BIOMECÂNICA APLICADA À EDUCAÇÃO FÍSICA: COMPONENTE CURRICULAR NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Autores

  • Cássia Hack Universidade Federal do Amapá
  • Celi N. Zülke Taffarel Universidade Federal da Bahia
  • Nair Casagrande Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.62712

Palavras-chave:

Biomecânica. Educação Física. Currículo. Docentes.

Resumo

O estudo investigou a Biomecânica Aplicada à Educação Física (BaEF) na formação de professores. A pesquisa foi realizada na UFBA entre 2012 e 2015, subsidiada na teoria histórico-cultural, teoria pedagógica histórico-crítica e crítica à organização do trabalho pedagógico e à didática. Os procedimentos foram revisão bibliográfica, análise documental, dados empíricos da disciplina de BaEF. Considerando que o conhecimento sobre BaEF é uma regularidade onde atua o professor de EF, concluímos que é imprescindível para a aprendizagem dos conteúdos da cultura corporal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cássia Hack, Universidade Federal do Amapá

Universidade Federal do Amapá. Departamento de Educação. Macapá, AP. Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal da Bahia, Salvador/BA. Bolsista do Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior (PDSE/CAPES) junto a Università degli Studi di Cassino e del Lazio Meridionale, Cassino, FR, Itália. 

Celi N. Zülke Taffarel, Universidade Federal da Bahia

Professora Dra. Titular da Universidade Federal da Bahia. Faculdade de Educação. Salvador, BA.

Nair Casagrande, Universidade Federal da Bahia

Professora Dra. da Universidade Federal da Bahia. Faculdade de Educação. Salvador, BA. Bolsista CNPq/Programa Ciências sem Fronteiras de Pós-Doutorado no Exterior (PDE), junto a School of Sport, Exercise and Health Sciences, da Loughborough University, Loughborough/Leicestershire/Inglaterra. 

Downloads

Publicado

2016-08-15

Como Citar

HACK, C.; TAFFAREL, C. N. Z.; CASAGRANDE, N. BIOMECÂNICA APLICADA À EDUCAÇÃO FÍSICA: COMPONENTE CURRICULAR NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES. Movimento, [S. l.], v. 22, n. 3, p. 957–970, 2016. DOI: 10.22456/1982-8918.62712. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/62712. Acesso em: 3 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais