SAÚDE PERCEBIDA PELAS PESSOAS MAIS VELHAS NA ESPANHA DE ACORDO COM O TIPO DE DEMANDA PARA A ATIVIDADE FÍSICA

Autores

  • María Espada Mateos Universidad Pontificia de Comillas Universidad Camilo José Cela Universidad Internacional de La Rioja
  • José Carlos Calero Cano Centro de Estudios Guzmán el Bueno

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.51557

Palavras-chave:

Saúde. Idoso. Exercício. Análise demográfica.

Resumo

Assistimos atualmente a um processo lento e inevitável do envelhecimento da população no mundo. Este fato converte as pessoas mais velhas a um grupo populacional de excepcional interesse para as investigações científicas. Um dos objetivos mais discutidos na literatura científica é procurar melhorar a saúde e a qualidade de vida, para assim obter um envelhecimento ativo. Então, o objetivo principal desta pesquisa é conhecer como as pessoas mais velhas percebem sua saúde de acordo com a demanda do grupo da atividade física que elas participam, além de estabelecer relações com as variáveis sócio-demográficas. A metodologia constituiu-se em um estudo seccional, sendo avaliados por uma amostra estatísticamente representativa de pessoas com mais de 64 anos em Espanha. Os resultados mostraram que as pessoas fisicamente ativas percebem melhor seu estado de saúde e as diferenças sócio-demográficas são reduzidas ou investem neste grupo.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

María Espada Mateos, Universidad Pontificia de Comillas Universidad Camilo José Cela Universidad Internacional de La Rioja

Coordinadora TFG y TFM Facultad de Educación Universidad Camilo José Cela.

Profesora Facultad de Educación. Universidad Internacional de La Rioja.

 

Profesora Departamento de Educación, Métodos de Investigación y Evaluación de la Facultad de Ciencias Humanas y Sociales de la Universidad Pontificia de Comillas.

José Carlos Calero Cano, Centro de Estudios Guzmán el Bueno

Coordinador Ciclo Formativo de Grado Superior. Centro de Estudios Guzmán el Bueno.

Publicado

2015-08-24

Como Citar

MATEOS, M. E.; CANO, J. C. C. SAÚDE PERCEBIDA PELAS PESSOAS MAIS VELHAS NA ESPANHA DE ACORDO COM O TIPO DE DEMANDA PARA A ATIVIDADE FÍSICA. Movimento, [S. l.], v. 21, n. 4, p. 915–928, 2015. DOI: 10.22456/1982-8918.51557. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/51557. Acesso em: 16 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais