Atividades Físicas de Aventura na Natureza (AFAN) e Academias de Ginástica: motivos de aderência e benefícios advindos da prática

Autores

  • Alexander Klein Tahara Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC
  • Sandro Carnicelli Filho University of Otago, NZ

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.4917

Palavras-chave:

Esportes. Natureza. Academias de ginástica. Atividades de lazer.

Resumo

O objetivo desta pesquisa qualitativa foi investigar na visão de praticantes regulares, os principais fatores de aderência às atividades físicas de aventura na natureza (AFAN) e aos exercícios praticados em academias, no âmbito do lazer, bem como as possíveis alterações físicas e psicológicas advindas da prática regular. A entrevista semi-estruturada foi aplicada a uma amostra formada por 20 sujeitos praticantes de AFAN e por 20 adeptos de exercícios em academias e, os dados coletados foram analisados descritivamente, utilizando-se a técnica de Análise de Conteúdo Temático.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexander Klein Tahara, Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC

Mestre em Ciências da Motricidade e Docente do Curso de Educação Física da Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC

Endereço: UESC – DCSau, Rod.Ilhéus-Itabuna, Km 16, Salobrinho, Ilhéus/BA – CEP: 45662-000

Departamento de Ciências da Saúde - Colegiado de Educação Física

Sandro Carnicelli Filho, University of Otago, NZ

Doutorando pela University Of Otago, Nova Zelândia

Publicado

2009-02-16

Como Citar

TAHARA, A. K.; CARNICELLI FILHO, S. Atividades Físicas de Aventura na Natureza (AFAN) e Academias de Ginástica: motivos de aderência e benefícios advindos da prática. Movimento, [S. l.], v. 15, n. 3, p. 187–208, 2009. DOI: 10.22456/1982-8918.4917. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/4917. Acesso em: 3 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais