FEMINILIDADES E MASCULINIDADES NA CENA CONTEMPORÂNEA: ANÁLISE DO ESPETÁCULO CAMINHO DA SEDA – RAÇA CIA DE DANÇA DE SÃO PAULO

Autores

  • Marília Del Ponte de Assis Universidade Estadual de Campinas, Programa de Pós-Graduação em Educação, Campinas, SP
  • Danieli Alves Pereira Marques Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Florianópolis, SC
  • Odilon José Roble Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Física e Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena, Campinas, SP
  • Maria do Carmo Saraiva Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Florianópolis, SC

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.47882

Palavras-chave:

Dança. Corpo. Feminilidade. Masculinidade.

Resumo

A análise de um espetáculo de dança, considerado uma manifestação cultural que reflete aspectos da sociedade, pode ser vista como continuidade do processo criativo. Baseado em Pavis (2010) e Siqueira (2006), este trabalho analisou o espetáculo Caminho da Seda, da Raça Cia de Dança de São Paulo, visualizando representações de feminilidades e masculinidades por meio de vídeo e fotos. Observaram-se elementos que mantêm tradicionais imagens e padrões estéticos da dança; entretanto, destacaram-se representações que contrastam com alguns estereótipos de papéis sexuais, refletindo no palco uma mistura que instaura as novas construções de corpo e movimento da dança na cena contemporânea.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marília Del Ponte de Assis, Universidade Estadual de Campinas, Programa de Pós-Graduação em Educação, Campinas, SP

Doutoranda em Educação (UNICAMP); Mestre em Educação Física (UFSC); Especialista em Dança (PUCRS) e em Ginástica Rítmica (UNOPAR); Graduada em Educação Física (PUCCAMP). Membro do Laboratório de Estudos sobre Arte, Corpo e Educação (LABORARTE/FE/UNICAMP/CNPq) e do Grupo de Pesquisa em Filosofia e Estética do Movimento (GPFEM/FEF/UNICAMP/CNPq).

Danieli Alves Pereira Marques, Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Florianópolis, SC

Doutoranda e Mestre em Educação Física (UFSC); Especialista em Dança e Consciência Corporal (UGF) e em Educação Física Escolar (UNIGUAÇU); Graduada em Educação Física (UNIGUAÇU). Membro do Grupo de Estudos do Se-movimentar (GESEM/UFSC/CNPq) e do Núcleo de Estudos Pedagógicos em Educação Física (NEPEF/UFSC/CNPq).

Odilon José Roble, Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Física e Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena, Campinas, SP

Doutor e Mestre em Educação (UNICAMP), Graduado em Filosofia (PUCCAMP) e em Educação Física (UNICAMP). Professor do Departamento de Educação Física e Humanidades na Faculdade de Educação Física (UNICAMP) e do Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena (dança, teatro e performance) do Instituto de Artes (UNICAMP). Líder do Grupo de Pesquisa em Filosofia e Estética do Movimento (GPFEM/UNICAMP/CNPq).

Maria do Carmo Saraiva, Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Florianópolis, SC

Doutora em Motricidade Humana (UTL); Mestre em Educação (UFSC); Graduada em Educação Física (UFSM) e em Letras (UNIJUÍ). Professora aposentada da UFSC, tendo atuado no Programa de Pós-Graduação em Educação Física. 

Caminho da Seda - Raça Cia de Dança de São Paulo

Publicado

2015-03-31

Como Citar

ASSIS, M. D. P. de; MARQUES, D. A. P.; ROBLE, O. J.; SARAIVA, M. do C. FEMINILIDADES E MASCULINIDADES NA CENA CONTEMPORÂNEA: ANÁLISE DO ESPETÁCULO CAMINHO DA SEDA – RAÇA CIA DE DANÇA DE SÃO PAULO. Movimento, [S. l.], v. 21, n. 2, p. 449–461, 2015. DOI: 10.22456/1982-8918.47882. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/47882. Acesso em: 29 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos Originais