DA DEMOCRATIZAÇÃO DO ESPORTE À HEGEMONIA DOS MERCADOS: O CONTEXTO EUROPEU E O CASO ESPANHOL

Autores

  • David Moscoso Sánchez Pablo de Olavide University, Ctra. Utrera, km 1, s/n (Edificio 11, 4ª Planta, Despacho 18), 41013 Sevilla – Spain. Tel. +34 954 977413
  • Jesús Fernández Gavira University of Seville. Faculty of Educational Sciences. Pirotécnia St s/n. 41013. Sevilla. Spain. Tel. +34 955420473 Fax: +34 954555985
  • Álvaro Rodríguez Díaz University of Seville. Faculty of Educational Sciences. Pirotécnia St s/n. 41013. Sevilla. Spain. Tel. +34 955420473 Fax: +34 954555985

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.47377

Palavras-chave:

Seguridade social, Neoliberalismo, Políticas Públicas, Espanha.

Resumo

O sistema esportivo próprio da democracia estáem crise. Istoporque o Estado de bem-estar, sobre o qual se sustentam muitas das políticas públicas ao esporte, tem sido desbancado por um novo ciclo de hegemonia neoliberal. Para ilustrar essa realidade, nos centramos no caso espanhol. Evidencia-se como a sociedade civil se encontra pouco representada pelas decisões políticas em matéria esportiva, e como o esporte organizado tem deixado de cumprir uma função social, ao circunscrever-se aos interesses dos agentes econômicos. O artigo reclama das ciências sociais uma postura crítica ante tal realidade.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2015-01-16

Como Citar

SÁNCHEZ, D. M.; GAVIRA, J. F.; DÍAZ, Álvaro R. DA DEMOCRATIZAÇÃO DO ESPORTE À HEGEMONIA DOS MERCADOS: O CONTEXTO EUROPEU E O CASO ESPANHOL. Movimento, [S. l.], v. 20, n. esp, p. 109–124, 2015. DOI: 10.22456/1982-8918.47377. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/47377. Acesso em: 17 ago. 2022.

Edição

Seção

Número Especial