EDUCAÇÃO FÍSICA E A APLICAÇÃO DA LEI Nº 10.639/03: ANÁLISE DA LEGALIDADE DO ENSINO DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA E AFRICANA EM UMA ESCOLA MUNICIPAL DO RS

Autores

  • Joice Vigil Lopes Pires Universidade Federal de Pelotas. Secretaria Municipal de Educação do Município de Bagé.
  • Maristela da Silva Souza Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Centro de Educação Física e Desportos, Santa Maria, RS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.46624

Palavras-chave:

Cultura. Afro-brasileiros. Educação. Legislação. Políticas públicas

Resumo

Este estudo analisa a legalidade do ensino da cultura afro-brasileira, a partir das relações entre a singularidade da aplicação da Lei nº10. 639/03, inserida no particular do trabalho pedagógico do professor de Educação Física, que vem se alocar com as relações gerais das políticas educacionais. Para tal desafio, problematizamos o contexto das escolas municipais de Bagé-RS, utilizando a técnica de análise de conteúdo bibliográfico e grupo focal. Constatamos que a referida lei representa uma política educacional que legitima uma sociedade de classe, uma vez que propõe inclusão em uma sociedade cuja estrutura é desigual e excludente.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joice Vigil Lopes Pires, Universidade Federal de Pelotas. Secretaria Municipal de Educação do Município de Bagé.

Professora da rede municipal de Bagé. Mestre em Educação Física pela ESEF/UFPel

Maristela da Silva Souza, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Centro de Educação Física e Desportos, Santa Maria, RS

Professora Associada do Centro de Educação Física e Desportos/UFSM. Professora do programa de Pós-Graduação em EF do CEFD UFSM e do PPG  da ESEF/UFPel.

Publicado

2015-02-05

Como Citar

PIRES, J. V. L.; SOUZA, M. da S. EDUCAÇÃO FÍSICA E A APLICAÇÃO DA LEI Nº 10.639/03: ANÁLISE DA LEGALIDADE DO ENSINO DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA E AFRICANA EM UMA ESCOLA MUNICIPAL DO RS. Movimento, [S. l.], v. 21, n. 1, p. 193–204, 2015. DOI: 10.22456/1982-8918.46624. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/46624. Acesso em: 5 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais