“VOLÊI MASCULINO É PRA HOMEM”: REPRESENTAÇÕES DO HOMOSSEXUAL E DO TORCEDOR A PARTIR DE UM EPISÓDIO DE HOMOFOBIA

Autores

  • Luiza Aguiar dos Anjos

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.43189

Palavras-chave:

Homossexualidade. Homofobia. Esportes. Meios de comunicação de massa

Resumo

Com base em um episódio de homofobia ocorrido em uma partida de vôlei, esse trabalho analisa as representações construídas das categorias “homossexual” e “torcedor”, utilizando como fonte textos acerca desse caso, veiculados em alguns sites de jornais de grande circulação nacional. Entendendo a representação como o produto da atribuição de sentido que damos às coisas, problematizamos os argumentos utilizados para a construção das representações encontradas que, em sua maioria, são pautados em estereótipos dos esportes e das homossexualidades que, regulados por redes de poder, são tidos como verdades naturalmente estabelecidas.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2014-09-26

Como Citar

ANJOS, L. A. dos. “VOLÊI MASCULINO É PRA HOMEM”: REPRESENTAÇÕES DO HOMOSSEXUAL E DO TORCEDOR A PARTIR DE UM EPISÓDIO DE HOMOFOBIA. Movimento, [S. l.], v. 21, n. 1, p. 11–24, 2014. DOI: 10.22456/1982-8918.43189. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/43189. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais