O JOGO DAS CIDADES EM TEMPOS DE MEGAEVENTOS ESPORTIVOS: ALGUMAS REFLEXÕES

Autores

  • Emília Amélia Pinto Costa da Silva Universidade Federal do Paraná
  • Simone Rechia Universidade Federal do Paraná
  • Priscilla Pinto Costa da Silva Universidade de Pernambuco/ Universidade Federal da Paraíba
  • Talita Stresser de Assis Universidade Federal do Paraná
  • Clara Maria Silvestre Monteiro de Freitas Universidade de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.42893

Palavras-chave:

Esportes, organização & administração. Cidades. Participação comunitária.

Resumo

O ensaio objetiva analisar aspectos referentes aos megaeventos esportivos propostos para acontecer no Brasil, com o intuito de compreender seus possíveis impactos. Neste texto, são apontadas situações que o Brasil está vivendo na fase que antecede aos megaeventos, no que se refere às transformações das cidades, aos impactos no cotidiano dos moradores decorrentes de todas as mudanças exigidas, aos possíveis legados e, por fim, como a Educação Física situa-se nesse processo. Sediar megaeventos esportivos remete a estratégias complexas, sendo de fundamental importância a participação da comunidade, uma responsável gestão pública e estudos científicos, técnicos e operacionais que identifiquem, com profundidade, tais impactos.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-10-26

Como Citar

SILVA, E. A. P. C. da; RECHIA, S.; SILVA, P. P. C. da; ASSIS, T. S. de; FREITAS, C. M. S. M. de. O JOGO DAS CIDADES EM TEMPOS DE MEGAEVENTOS ESPORTIVOS: ALGUMAS REFLEXÕES. Movimento, [S. l.], v. 21, n. 1, p. 249–260, 2014. DOI: 10.22456/1982-8918.42893. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/42893. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Ensaios