ANÁLISE DE LIVROS DIDÁTICOS NO BRASIL E NA ESPANHA: UMA INTRODUÇÃO AO TEMA NA ÁREA DA EDUCAÇÃO FÍSICA

Autores

  • Rafael Guimarães Botelho Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro
  • Marcos Garcia Neira Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.41791

Palavras-chave:

Livros didáticos. Educação Física. Brasil. Espanha

Resumo

Este artigo tem por objetivo revisar os trabalhos que se centram na análise de livros didáticos de Educação Física. Os 17 trabalhos recuperados, entre 2000 e 2012, revelam que nas imagens dos livros prevalecem mulheres com corpos magros e homens musculosos. Sem levar em conta a diversidade étnica, etária e multiforme, as imagens preconizam pessoas de raça branca, atléticas e magras. Por conseguinte, pode-se afirmar que ainda prevalecem estereótipos, preconceitos e discriminações em relação ao gênero, idade, etnia, raça e padrões corporais nas imagens e textos dos livros analisados pelos autores brasileiros e espanhóis. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Garcia Neira, Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo

Departamento de Metodologia do Ensino e Educação Comparada

Publicado

2014-03-16

Como Citar

BOTELHO, R. G.; NEIRA, M. G. ANÁLISE DE LIVROS DIDÁTICOS NO BRASIL E NA ESPANHA: UMA INTRODUÇÃO AO TEMA NA ÁREA DA EDUCAÇÃO FÍSICA. Movimento, [S. l.], v. 20, n. 2, p. 659–685, 2014. DOI: 10.22456/1982-8918.41791. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/41791. Acesso em: 29 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais