FESTA, DANÇAS E REPRESENTAÇÕES: CONTINUIDADE DE TRADIÇÕES E PLASTICIDADES CULTURAIS

Autores

  • José Luiz dos Anjos Universidade Federal do Espírito Santo

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.36533

Palavras-chave:

Danças e tradições. Expressões corporais. Plasticidade cultural

Resumo

O estudo identificou as tradições contemporâneas que são manifestadas nas danças das festas culturais na região do município de Conceição da Barra-ES. Identificou a folia de reis, o ticumbi e o congo como as tradições mais preeminentes na região e discute as práticas e saberes tradicionais de aprendizagem. Concluiu que nas danças há elementos simbólicos os quais são, expressados individualmente e manifestados coletivamentee são comuns a todos os atores. A continuidade dessas tradições é possibilitada pela absorção e integração de atores de outras manifestações culturais, já extintas na região, onde a incorporação de novos elementos promove uma rearticulação da estrutura cultural nas expressões corporais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Luiz dos Anjos, Universidade Federal do Espírito Santo

Possui graduação em Educação Física pela Universidade Metodista de Piracicaba (1985), mestrado em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba (1994) e doutorado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2003). Atualmente é professor Associado I Universidade Federal do Espírito Santo. Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Sociologia do Esporte, atuando principalmente nos seguintes temas: cultura, imigração, jogos, futebol, Sociologia do esporte, Práticas corporais, Educação Física, Esporte e Sociedade. Ministra as disciplinas:.Educação Física, Esporte e Sociedade, Desportos Coletivos e Individuais e Fundamentos do Atletismo. Coordenador do curso de Graduação em Educação Física Bacharelado do CEFD/UFES (2010-2013).

Downloads

Publicado

2013-04-08

Como Citar

ANJOS, J. L. dos. FESTA, DANÇAS E REPRESENTAÇÕES: CONTINUIDADE DE TRADIÇÕES E PLASTICIDADES CULTURAIS. Movimento, [S. l.], v. 19, n. 3, p. 11–30, 2013. DOI: 10.22456/1982-8918.36533. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/36533. Acesso em: 28 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais