ESPORTE DE OURO E EDUCAÇÃO “FERRO VELHO”: A NOSSA VIDA CONTINUA... NA MESMA!

Autores

  • Cláudio Pellini Vargas Universidade Federal de Juiz de Fora

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.32261

Palavras-chave:

Esportes. Educação. Conhecimento. Jogos Olímpicos.

Resumo

Este trabalho tem por objetivo refletir sobre o contexto olímpico esportivo atual, considerando a hierarquização institucional esportiva em relação à escolar, fato que parece comum no Brasil. Para tal, sustenta-se em recentes trabalhos de renomados intelectuais, bem como na observação atenta da cobertura televisiva dos Jogos Olímpicos de Londres, incluindo aqui uma importante entrevista com Carlos Arthur Nuzman, o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Para Bracht, a lógica que define as ações no campo esportivo não é influenciada pelos resultados educativos. Argumento, então, que os resultados esportivos geram influências bastante questionáveis no campo educacional.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cláudio Pellini Vargas, Universidade Federal de Juiz de Fora

Doutorando em Educação - PPGE / UFJF

Bolsista: CAPES / FAPEMIG

Editor chefe: Revista Educação em Destaque do Colégio Militar de Juiz de Fora

Downloads

Publicado

2012-10-20

Como Citar

VARGAS, C. P. ESPORTE DE OURO E EDUCAÇÃO “FERRO VELHO”: A NOSSA VIDA CONTINUA... NA MESMA!. Movimento, [S. l.], v. 18, n. 4, p. 309–325, 2012. DOI: 10.22456/1982-8918.32261. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/32261. Acesso em: 28 nov. 2022.

Edição

Seção

Ensaios