PERCEPÇÕES DOS PROFESSORES QUANTO À INCLUSÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA EM AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Autores

  • Márcia Greguol Gorgatti Universidade Estadual de Londrina
  • Dante De Rose Jr. Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.2971

Palavras-chave:

Iniquidade social. Educação especial. Crianças portadoras de deficiências. Preconceito.

Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar as percepções de professores de educação física do sistema regular de ensino diante da inclusão de alunos com deficiência. Para tanto, 90 professores de educação física escolar responderam a uma escala com 18 afirmações. Pode-se observar que a percepção geral dos professores pesquisados foi negativa para com a inclusão. O pessimismo mais forte dos professores foi por não se sentirem preparados para lidar com alunos com deficiência. Os professores com menor tempo de experiência mostraram visões mais positivas no que se refere aos benefícios de todos os alunos com a inclusão. PALAVRAS – CHAVE: Inclusão. Educação especial. Deficiência

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Greguol Gorgatti, Universidade Estadual de Londrina

Professora adjunta do Departamento de Esporte da Universidade Estadual de Londrina. Áreas: Atividade física e saúde; Atividade física e grupos especiais

Dante De Rose Jr., Universidade de São Paulo

Professor livre-docente e diretor da Escola de Artes, Ciências e Humanidades – Universidade de São Paulo

Publicado

2009-02-16

Como Citar

GORGATTI, M. G.; DE ROSE JR., D. PERCEPÇÕES DOS PROFESSORES QUANTO À INCLUSÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA EM AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA. Movimento, [S. l.], v. 15, n. 2, p. 119–140, 2009. DOI: 10.22456/1982-8918.2971. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/2971. Acesso em: 16 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais