Limites e Desafios para o Estudo da Intervenção Profissional em Educação Física a partir da Noção de Competência

Autores

  • Jeane Barcelos Soriano
  • Pedro José Winterstein

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.2888

Palavras-chave:

Competência. Prática profissional. Educação Física

Resumo

Colocamos como objetivos desse trabalho discutir e problematizar a noção de competência e os elementos complexos vinculados à intervenção do profissional de educação física no ambiente não escolar. Para isso, foram trazidos alguns apontamentos sobre a cautela que se deve ter ao lidar com a noção de competência em diversos aportes teóricos. O caráter transitivo que reveste as intervenções profissionais, de maneira geral, e em educação física, especificamente é, sem dúvida, o mais provocativo desafio. Nesse sentido, para compreender aquilo que compõe as intervenções/ações profissionais em educação física, ou seja, o conhecimento “formalizado”, as estratégias de ação e as representações, faz-se necessário reconhecer a natureza multidimensional implicada nas respostas profissionais. Finalmente, podemos considerar que o emprego da noção de competência pode permitir o discernimento daquilo que orienta o processo de tomar decisão do profissional de educação física, inclusive no entendimento da ênfase discricionária de suas decisões.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-12-28

Como Citar

SORIANO, J. B.; WINTERSTEIN, P. J. Limites e Desafios para o Estudo da Intervenção Profissional em Educação Física a partir da Noção de Competência. Movimento, [S. l.], v. 12, n. 1, p. 175–195, 2007. DOI: 10.22456/1982-8918.2888. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/2888. Acesso em: 12 ago. 2022.

Edição

Seção

Espaço Aberto