A cidade e o lazer: as desigualdades sócio-espaciais na distribuição dos equipamentos culturais na cidade do Rio de Janeiro e a construção de um indicador que oriente as ações em políticas públicas

Autores

  • Victor Andrade de Melo
  • Fabio de Faria Peres

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.2886

Palavras-chave:

Políticas públicas. Cultura. Lazer. Desenvolvimento urbano

Resumo

Este artigo tem por objetivo apresentar um panorama da distribuição de equipamentos culturais na cidade do Rio de Janeiro. Para tal, utilizamos dois parâmetros por nós desenvolvidos: o Indicador de Desenvolvimento e Acesso Cultural absoluto (IDAC-absoluto) e o Indicador de Desenvolvimento e Acesso Cultural relativo (IDAC-relativo). Preocupamo-nos também em estabelecer a correlação entre a distribuição de equipamentos e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), a fim de verificar em que intensidade as desigualdades nestes parâmetros estão relacionadas. Acreditamos que o reconhecimento deste panorama municipal pode ser de grande utilidade na elaboração de políticas públicas mais efetivas e justas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-12-27

Como Citar

MELO, V. A. de; PERES, F. de F. A cidade e o lazer: as desigualdades sócio-espaciais na distribuição dos equipamentos culturais na cidade do Rio de Janeiro e a construção de um indicador que oriente as ações em políticas públicas. Movimento, [S. l.], v. 11, n. 3, p. 127–151, 2007. DOI: 10.22456/1982-8918.2886. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/2886. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Em foco